Nos dois últimos jogos do #Corinthians como mandante - nas vitórias contra o Santa Cruz (2 a 1) e Flamengo (4 a 0) -, diminuiu bastante o público do setor norte do estádio do Timão. Isso porque o Ministério Público de São Paulo determinou ao clube que cada membro das torcidas organizadas – que ficam naquele espaço da Arena Corinthians – tenha o cartão Fiel Torcedor, assim como os demais associados do programa.

Dessa forma, o torcedor organizado deverá fazer o cadastro no Fiel Torcedor, comprar o ingresso para cada partida que for assistir, e portar o cartão para ter acesso ao estádio, não sendo possível entrar sem ele. O cartão é o documento oficial de identificação na Arena Corinthians.

Publicidade
Publicidade

O sistema usado pelo Timão no programa armazena os dados cadastrais dos sócios-torcedores, e, assim, o Ministério Público pretende identificar os responsáveis por possíveis brigas, tumultos ou outras infrações.  Além disso, como as autoridades estão investigando o crime de lavagem de dinheiro nas torcidas organizadas, a determinação permitirá o controle efetivo dos valores que entram nos cofres dessas associações, que deverão repassar, a cada partida, a lista nominal de ingressos vendidos aos órgãos da Secretaria de Segurança Pública.

O Corinthians confirmou a adoção dessa medida e já está realizando um processo de recadastramento de todos os integrantes das torcidas organizadas. Pela determinação do Ministério Público, o ingresso somente será vendido de forma individualizada. Até agora, toda a carga de bilhetes para o setor norte do estádio era entregue, em consignação, às torcidas, que apenas distribuíam aos interessados em acompanhar o jogo.

Publicidade

Coordenada pelo secretário de Segurança de São Paulo, a Comissão de Justiça que decidiu implantar a medida é formada por representantes do Ministério Público, Poder Judiciário e das Polícias Militar e Civil.

O Corinthians tem o maior número de sócios-torcedores entre os clubes brasileiros, com aproximadamente 130 mil. Em seguida, estão o Palmeiras e o Internacional, com 126 mil e 112 mil associados. #Futebol #Campeonato Brasileiro