Depois do recreativo pela manhã, o #Fluminense apresentou, no início da tarde desta terça, o seu sexto reforço para a temporada. Com 25 anos e trazido, por empréstimo até meados de 2017, junto ao Independiente, de sua terra natal, o argentino Claudio Aquino concedeu uma entrevista coletiva. Acompanhado do diretor-executivo de #Futebol Jorge Macedo, o meia disse do prazer que estava sentindo em atuar na equipe carioca e espera corresponder o investimento feito pelo Tricolor.

"Sobre o Fluminense, sei que é um clube grande do Brasil, que sempre briga por títulos, que joga a Libertadores. Sempre que está lá, briga muito e chega longe", declarou o apoiador, que também revelou a sua maneira de atuar dentro das quatro linhas.

Publicidade
Publicidade

"Jogo como enganche, pelo meio do campo. Gosto de jogar com a bola e servir meus companheiros", acrescentou.

Depois de confirmada a vinda de Claudio Aquino para o Fluminense, surgiram vários comentários sobre a sua  má forma física e o fato de ele ter uma vida social bastante conturbada. Visivelmente incomodado, o meia tratou de minimizar tais comentários.

"Na Argentina tem gente muito má, que gosta de diminuir os outros. Essas coisas que dizem por lá não são verdade. Por isso estou tranquilo. Da mesma forma, disseram que eu estava gordo, acima do peso. E estou em excelente condição física", explicou.

A princípio, Aquino, que deve estar à disposição somente daqui a duas semanas, usará a camisa 16, mas existe a confiança de ele assumir brevemente a tão aguardada função de DEZ do time, posição carente desde as saídas de Diego Souza (voltou para o Sport) e Gérson (reapresentou-se à Roma, da Itália).

Publicidade

Juntamente com Claudio Aquino, o Fluminense trouxe os também apoiadores Marquinho, Danilinho e Alexis Rojas, além dos atacantes Wellington e Henrique Dourado. A expectativa de comissão técnica, diretoria e torcedores é de um crescimento na produção da equipe, que faz uma campanha irregular no Campeonato Brasileiro (soma 21 pontos e é apenas o 12º colocado) e, na quarta, por conta do 1 a 1 no jogo de ida, em Volta Redonda, ocorrido no último dia 06 de julho, necessita vencer ou empatar de 2 a 2 em diante com o Ypiranga-RS na quarta, às 21h45 (de Brasília), no Colosso da Lagoa, em Erechim, interior do Rio Grande do Sul, para avançar na Copa do Brasil. #PaixãoPorFutebol