Ele foi contratado no fim do ano passado como grande promessa para o meio campo e também para o ataque do Timão. Natural do estado do Tocantins e revelado pelo Vasco, Marlone chegou ao Corinthians vindo do Sport após não renovar empréstimo com o clube pernambucano.

As características do meio-campista de criação e atacante assemelham-se às de Malcom, atacante revelado na base do time de Parque São Jorge, e Tite pretendia usá-lo exatamente como ele foi utilizado em seu clube anterior, desempenhando as duas funções.

Só que, depois de decorrida quase meia temporada, Marlone entrou em campo vestindo a camisa do Alvinegro apenas em 14 oportunidades, uma vez a mais que Marquinhos Gabriel, meia-atacante, com a diferença de que este último foi contratado quatro meses depois, em abril deste ano.

Publicidade
Publicidade

Marlone nunca foi considerado titular com Tite. A mesma situação se repetiu com o interino Fabio Carille e mais atualmente com Cristóvão Borges, que tem mantido o jogador como opção entre os reservas.

A última partida que o meia disputou vestindo a camisa corintiana foi no dia 4 de junho, quando o Timão venceu o Coritiba por 2 a 1, na Arena #Corinthians, pela 6ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, ele atuou só no primeiro tempo pois foi sacado no intervalo. Ao fim do jogo, evitou reclamar da substituição alegando que "as coisas vão acontecer no tempo certo", não deixando de lado a crítica ao afirmar que qualquer jogador de futebol precisa de sequência para se aperfeiçoar e entrar no ritmo. Marlone não entra em campo para partidas oficiais há seis rodadas.

Especulado por outros clubes brasileiros, o meia-atacante revelou a seus agentes que não pretende deixar o time de Parque São Jorge.

Publicidade

Porém, não esconde a decepção por não ser escalado para defender o Corinthians.

Cristóvão Borges e Marlone se conhecem de longa data; ambos trabalharam juntos no Vasco e no Fluminense e tem uma relação próxima, o que dá ao jogador a esperança de que, em breve, conseguirá convencer o treinador a lhe dar uma oportunidade para demonstrar seu bom futebol e que pode, sim, ajudar o Timão a vencer. #PaixãoPorFutebol