Nas próximas duas quartas-feiras a Copa Libertadores 2016 vai conhecer o campeão do torneio mais importante do continente. O Atlético Nacional-COL tem um título do torneio conquistado em 1989 contra o Olímpia-PAR, enquanto que o Independiente Del Valle-EQU disputa sua primeira final. Aliás, os equatorianos nunca ganharam um troféu nem mesmo no seu país, mas tem a chance de conquistar a América.

O Atlético Nacional tem a melhor campanha do torneio e eliminou rivais como Rosário Central-ARG e São Paulo. Porém, os jogos contra o São Paulo foram polêmicos porque no Morumbi o Maicon foi expulso sem merecer (uma vez que na Libertadores uruguaios, argentinos e bolivianos cometem infrações muito mais violentas e os árbitros não punem com o mesmo rigor) quando o jogo estava zero a zero.

Publicidade
Publicidade

E no jogo em Medelín teve um pênalti claro a favor do São Paulo que não foi marcado e ainda expulsaria o zagueiro adversário.

Já o Independiente Del Valle começou o torneio quieto, mas foi crescendo durante a competição. O Del Valle eliminou o River Plate-ARG (atual campeão) e Boca Juniors-ARG com duas vitórias, vencendo por dois a um no Equador e por três a dois na La Bombonera, de virada.

Destaques dos times

O Nacional tem um jogo coletivo muito forte, com compactação das linhas e um toque de bola muito rápido. Na semifinal, o grande goleador da equipe foi o Borja, que marcou quatro gols no tricolor. Eles têm ainda o Guerra e o Macnelly Torres na armação das jogadas. Já o Independiente Del Valle também é um time compacto, mas sua característica é esperar mais o adversário e contar com a velocidade dos seus jogadores para jogar no contra-ataque.

Publicidade

Como a equipe está mandando suas partidas em Quito, a equipe conta com a altitude para pressionar o adversário. O grande destaque do time é o atacante Cabezas.

Gesto bonito

O Independiente del Valle reverterá toda a renda do jogo da Copa Libertadores para as pessoas que sofreram com o terremoto no país. A primeira partida está marcada para a próxima quarta-feira (20/07) no Equador e a seguinte será dia 27/07, em Medelín, ambos às 21h45 (horário de Brasília).  #Futebol