Sob a regência de #Cristiano Ronaldo, Portugal venceu a esforçada seleção de Pais de Gales, por dois a zero, classificando-se para a final da Eurocopa.

A primeira etapa começou com os lusitanos buscando mais o ataque, mas esbarrando numa equipe galesa bem orientada, coesa e sabedora de como se portar no gramado. Com o tempo, o jogo amornou e, por consequência, ficou equilibrado.

O desequilíbrio, porém, só poderia surgir de dois craques: Cristiano Ronaldo ou Bale, ambos carregando seus times nas costas durante todo o torneio. E assim aconteceu: aos 5 minutos, de cabeça, após cobrança de escanteio, Cristiano Ronaldo abriu o marcador, assumindo, ao lado de Platini, o recorde de gols marcados em Eurocopas.

Publicidade
Publicidade

Dois minutos depois, o mesmo Cristiano arriscou batida na entrada da área e Nani, esperto, desviou para ampliar o marcador e praticamente decidir a vaga em questão.

No restante do jogo Portugal tratou de administrar o resultado enquanto Gales, sempre em lances de Bale, lutou até o final, sem porém conseguir reverter a vantagem adversária.

Portugal está na final, sem jogar um grande #Futebol, mas com Cristiano Ronaldo no elenco, o que, por si, trata-se de enorme vantagem.

Após várias exibições sofríveis, a seleção deu um ar da sua graça e carimbou, com mérito, uma vaga na final de domingo do Euro 2016, dando razão a Fernando Santos. "Continuo a acreditar que só vou no dia 11 para Portugal. A equipa acredita e vamos dar tudo para dar uma alegria aos portugueses", afirmou o selecionador após o empate ante a Áustria, na segunda jornada do grupo F. 

Falta conhecer o rival de Portugal nesse jogo: a França ou a Alemanha (que jogam esta quinta-feira, às 20.00, em Marselha).

Publicidade

Será então que a seleção nacional poderá finalmente esquecer o amargo de boca que foi a final perdida em casa para a Grécia (0-1) em 2004? E qual é a sua torcida?

Ficha de jogo

Estádio: Parc Olympique Lyonnais, Lyon

Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia)

Portugal: Rui Patrício, Cédric, Bruno Alves (A), José Fonte, Raphaël Guerreiro, Danilo, João Mário, Adrien Silva (João Moutinho 79'), Renato Sanches (André Gomes 74'), Nani (Ricardo Quaresma 86') e Cristiano Ronaldo (A)Treinador: Fernando Santos

Gales: Wayne Hennessey, Chris Gunter, James Chester (A), James Collins (Jonathan Williams 66'), Ashley Williams, Neil Taylor, Joe Ledley (Sam Vokes 58'), Joe Allen (A), Andy King, Gareth Bale (A), Hal Robson-Kanu (Simon Church 63')Treinador: Chris Coleman

Golos: Cristiano Ronaldo (50'), Nani (53') #Euro2016