O São Paulo pode receber uma excelente notícia nos próximos dias; trata-se da permanência do técnico argentino Edgardo Bauza no comando do time do Morumbi.

Na última semana, o nome do treinador são-paulino era o mais cotado para assumir a Seleção da Argentina. Na sexta-feira (22), Patón esteve em Buenos Aires para uma conversa com os dirigentes da AFA (Associação de Futebol da Argentina) e a mídia esportiva chegou a dar como certa a sua contratação, mas ele retornou ao Brasil no mesmo dia e revelou que o encontro na capital argentina não resultou em nenhuma proposta oficial para dirigir a seleção do país.

Embora tenha admitido que aceitará, imediatamente, um convite para ser técnico da seleção de seu país por se tratar da realização de um sonho, Edgardo Bauza, agora, passou a ser uma vaga opção depois que nomes como o do compatriota Jorge Sampaoli ganharam mais força entre os preferidos pela cartolagem argentina para ficar com a vaga deixada por Tata Martino, que renunciou após ficar com o vice campeonato da Copa América Centenário, vencida pela seleção do Chile no dia 26 de junho passado.

Publicidade
Publicidade

Contratado pelo clube espanhol Sevilla há apenas um mês, Sampaoli pode receber da AFA uma proposta que contemple um trabalho conjunto entre a seleção e o time até julho de 2017 para, ao fim do prazo, as partes acertarem, em definitivo, os rumos profissionais do desejado treinador.

Com o objetivo de dirigir um time que faz parte de uma das maiores ligas do futebol mundial, Jorge Sampaoli está pela primeira vez na Europa depois de passar por Universidad de Chile, com o qual conquistou o torneio Apertura em 2011 e 2012, a Copa Sul-Americana e o Clausura, em 2011; e pela Seleção do Chile, que venceu a Copa América 2015 sob seu comando.

Outro nome que surge forte para comandar a seleção de Messi é o do também argentino Marcelo Bielsa ou "El loco", apelido recebido nos tempos de adolescência quando ele já era técnico do time do seu colégio e cobrava, aos berros, rigor de jogador profissional aos garotos que apenas queriam jogar futebol despropositadamente.

Publicidade

Bielsa já passou pela Seleção da Argentina quando foi seu treinador entre 1998 e 2004.

Além de Sampaoli e Bielsa, também estão aguardando o convite da AFA: Miguel Angel Russo, técnico do Vélez Sársfield; o ex-goleiro da seleção argentina nas Copas do Mundo de 1986 e 1990, Nery Pumpido e Jorge Burruchaga, técnico do clube local Atlético de Rafaela.

Diante deste cenário e com vínculo com o São Paulo até o fim desta temporada, Patón sai dos holofotes da imprensa argentina com o dever de manter-se focado na recuperação do tricolor paulista, atualmente na 9ª colocação na tabela do #Campeonato Brasileiro, com 22 pontos e 45,8% de aproveitamento.

No próximo domingo, no Morumbi, Bauza tem a missão de colocar em campo um time que deve vencer a Chapecoense, que tem o mesmo rendimento e a mesma pontuação do clube paulista, estando uma posição abaixo. A partida está marcada para às 16h e é válida pela 17ª rodada do Brasileirão. #São Paulo FC #PaixãoPorFutebol