Fora dos planos de Marcelo Oliveira e também de seu sucessor, Cuca, o atacante argentino Pablo Mouche fica próximo de assinar com o Estrela Vermelha, da Sérvia, por empréstimo até o segundo semestre de 2017.

Inicialmente, o Palmeiras tentou negociar o jogador com o América-MG, mas o acordo acabou não se concretizando pela recusa do atleta, que preferiu decidir após receber outras propostas.

Mouche ganhou notoriedade entre os anos de 2006 e 2012, atuando pelo Boca Juniors, ao vencer o Torneio Apertura, da Argentina, por duas vezes (2008 e 2011) e também por muitas convocações para defender as seleções Sub-20 e principal de seu país.

Publicidade
Publicidade

Indicado pelo então técnico palmeirense Ricardo Gareca, também argentino, ele chegou ao Verdão na metade de 2014, vindo do Kayserispor, da Turquia, aos 26 anos, contratado para atuar por cinco temporadas.

No fim de 2014, a Sociedade Esportiva #Palmeiras reduziu em R$ 23 milhões a sua dívida com seu presidente Paulo Nobre, que assumiu as despesas com as contratações do quarteto argentino Tobio, Allione, Cristaldo e Mouche, ficando com os direitos econômicos dos jogadores. Em caso de venda com algum lucro, o Palmeiras deve ficar apenas com a diferença. Com a negociação, o clube de Parque Antarctica passou a dever ao mandatário, à época, R$ 133 milhões, isto porque Nobre foi fiador de R$ 156 mi em empréstimos ao Palmeiras.

A compra dos argentinos custou R$ 21 mihões ao clube das Perdizes, sendo R$ 5 milhões por Allione e R$ 16 milhões por Mouche e Cristaldo.

Publicidade

O clube não pagou absolutamente nada pelo zagueiro Tobio.

Discórdia com Dorival Júnior

Após a sofrida final de temporada do Brasileirão de 2014, quando o Palmeiras se salvou do rebaixamento, os quatro atletas argentinos revelaram a Paulo Nobre que não permaneceriam no time caso o técnico Dorival Jr. fosse mantido no cargo para 2015. A contenda se deu porque o treinador sacou Tobio da partida contra o Atlético-PR, na rodada final do campeonato nacional, justificando que o jogador estava contundido, alegação contestada pelo zagueiro que afirmou que estava recuperado e em perfeitas condições de atuar.

Na Academia

Após retornar do Lanús, onde atuou no primeiro semestre e sagrou-se Campão Argentino, Pablo Mouche treina com o grupo alviverde na Academia de #Futebol da Barra Funda enquanto aguarda a viagem para a Sérvia, que deve acontecer nos próximos dias.

No Estrela Vermelha ele encontrará seu compatriota Luis Ibáñez, zagueiro, com quem jogou no Boca e que tem lhe dado referências do clube sérvio. #PaixãoPorFutebol