No seu último teste antes de iniciar mais uma busca pela inédita medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos, a #Seleção Brasileira de futebol masculino, formada na sua maioria por atletas Sub-23, derrotou na tarde deste sábado no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Japão por 2 a 0.

Na quinta, véspera da abertura oficial das Olimpíadas do Rio, a partir das 16h (de Brasília), os comandados do técnico Rogério Micale estrearão no Grupo A, encarando no Mané Garrincha a África do Sul. Iraque e Dinamarca completam a chave.

Com o trio ofensivo formado por Neymar, Gabriel Jesus e Gabriel, o Brasil, mesmo tendo algumas dificuldades nos minutos iniciais, sempre tomou a iniciativa em busca do gol e teve a sua ousadia premiada aos 32 minutos.

Publicidade
Publicidade

Rafinha avançou pela esquerda e tocou para Gabriel. Explorando a sua velocidade, o atacante do Santos se livrou de três marcadores e, na hora da finalização, contou com um desvio na zaga japonesa para abrir o placar.

Aos 37, Thiago Maia arriscou de longe e a bola carimbou o travessão, assim como fez Neymar no minuto seguinte, em cobrança de falta do lado esquerdo.

Aos 40, porém, não houve jeito para o goleiro Nakamura. Em córner batido pela direita, Neymar colocou na cabeça de Marquinho e o zagueiro ampliou a vantagem.

Veio a segunda etapa e, logo aos três minutos, Gabriel recebeu de Neymar e obrigou Nakamura a uma importante defesa. Dois minutos depois, foi a vez de Renato Augusto, que havia entrado no lugar de Felipe Azevedo, quase marcar. Recebendo na entrada da área, o camisa 5 finalizou, mas a bola passou rente à trave direita.

Publicidade

Aos oito, a maior oportunidade do Japão. Aproveitando falha da zaga brasileira,  Kohrogi consegue tomar a bola, tocando para Nakajima. Livre, o apoiador tenta o chute colocado, mas Uilson, que, até aquele momento era um mero espectador, mostrou serviço evitando o gol.

A partir daí, os técnicos das duas seleções começaram a realizar testes e o jogo caiu bastante. O único lance de destaque veio já aos 46, quando Neymar arrancou e só não premiou os mais de 30 mil presentes porque a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo.

Após o apito final, a torcida aplaudiu bastante os jogadores e mostrou confiar que, dessa vez, acabará a "maldição olímpica do futebol brasileiro". #Rio2016 #PaixãoPorFutebol