Tudo indica que a "novela" Nico López terá continuação nas próximas semanas. Embora o Internacional tenha contratado recentemente Ariel, que inclusive estreou domingo passado na derrota para o Santa Cruz, e Brenner, que ainda não jogou, tudo indica que o jovem centroavante uruguaio é uma das exigências do técnico Falcão para compor o seu time titular. 

O atacante uruguaio, que está emprestado ao Nacional de Montevidéu, já esteve nos planos da direção do Internacional no início do ano. As as tratativas não avançaram porque o empresário Giampaolo Pozzo, representante do grupo que controla a Udinese da Itália e detém os direitos federativos de Nico, não aceitou os termos do negócio proposto pela direção do Inter. 

O clube gaúcho chegou a oferecer 5 milhões de euros por 60% dos direitos do uruguaio e mais um percentual envolvendo jogadores da base colorada.

Publicidade
Publicidade

O clube italiano não aceitou e pediu 12 milhões de euros para concretizar a negociação. Isto fez com que a direção do Internacional considerasse a negociação inviável e desistisse da contratação do centroavante do Nacional.

Os italianos pretendiam colocar Nico López em outro clube europeu durante a janela de transferências do meio do ano, mas não surgiu nenhuma proposta pelo uruguaio. Diante disto a direção do Internacional imagina que os representantes da Udinesse possam ser mais flexíveis numa nova tentativa de transacionar o atleta. O treinador Paulo Roberto Falcão foi contratado na terça-feira (13) depois que Argel Fukcs foi demitido no domingo passado em função da derrota do Inter para o Santa Cruz do Recife.

A direção do clube gaúcho entendeu que precisaria contratar um técnico com um perfil diferente do Argel para que a equipe colorada recuperasse o espaço perdido na tabela de classificação do Brasileirão 2016 onde chegou a liderar a competição durante algumas rodadas. Falcão fará sua estreia à frente do comando técnico do Internacional no próximo final de semana contra o Palmeiras no Beira-Rio.

Publicidade

Esta é a terceira passagem do ex-craque colorado como treinador do Inter.  #Resenha Esportiva #Sport Club Internacional #Campeonato Brasileiro