O #Fluminense espantou a zebra na #Copa do Brasil. Depois de ficar no 1 a 1 em Volta Redonda, o Tricolor foi a Erechim, interior do Rio Grande do Sul, na noite desta quarta (27) e assegurou presença nas oitavas-de-final da competição, ao derrotar, no estádio Colosso da Lagoa, o Ypiranga-RS por 2 a 0.

A equipe das Laranjeiras saberá quem enfrentará na fase seguinte do torneio apenas na próxima terça (2 de agosto), em sorteio a ser realizado, a partir das 11h (de Brasília), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Já o Canarinho Gaúcho volta as suas atenções para a Série C do Campeonato Brasileiro.

Tendo a necessidade de vencer, o Fluminense apostou em um meio-de-campo formado por Édson, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa, que retornava de um estiramento nos ligamentos do joelho direito após quase um mês.

Publicidade
Publicidade

Outra aposta do técnico Levir Culpi foi o centroavante Henrique Dourado, estreante da noite. No entanto, mesmo tendo domínio na posse de bola, a agremiação do Rio de Janeiro esbarrou no forte sistema defensivo do Ypiranga e praticamente não ameaçou o goleiro Carlão.

Sentindo que precisava fazer algo para mudar a situação, Levir sacou Édson e lançou Wellington. O atacante, formado nas categorias de base do Flu, e que reestreava depois de uma passagem de seis anos pelo futebol inglês, entrou com vontade e, aos 11 minutos, quase abriu o placar ao receber dentro da área e cortar dois zagueiros, mas na hora de finalizar, a bola foi rente à trave esquerda.

Aos 27 minutos, porém, não houve jeito para o Ypiranga. Depois de receber passe de Douglas na meia-lua, Henrique Dourado cruzou para Renato Chaves.

Publicidade

De cabeça, o zagueiro tocou para Cícero, livre, de pé esquerdo, balançar as redes. A vantagem deu maior tranquilidade e, aos 36 minutos, com um gol de cabeça de Magno Alves, que entrou no lugar de Henrique Dourado, escorando lançamento de Gustavo Scarpa, o Fluminense acabou com quaisquer pretensões do time canarinho.

Depois de fazer o seu papel na Copa do Brasil, o Flu direciona as suas atenções para o Brasileirão. Em 12.º lugar, com 21 pontos, o Tricolor encara, no domingo, às 11h (de Brasília), no Giulte Coutinho, em Édson Passos, distrito de Mesquita, região metropolitana do Rio de Janeiro, a Ponte Preta.