Em meio à grande euforia da conquista do 1º título importante da seleção portuguesa de #Futebol, uma cena inusitada chamou a atenção do mundo. Nela, um garoto torcedor português se depara com um jovem francês aos prantos, inconsolável com a derrota de sua seleção em plena França.

O garotinho português então esquece por um momento de sua própria felicidade, abandona as comemorações e parte rumo ao francês, consolando-o. No primeiro momento, o triste torcedor da seleção francesa parece não entender muito bem, mas logo em seguida percebe o que o garoto está lhe dizendo e o abraça. Foi um abraço tão comovente que balançou o mundo todo, fazendo muito sucesso.

Publicidade
Publicidade

Podemos nos perguntar o que o garotinho disse ao francês: palavras de superação; lembrou-o do bonito papel da França no torneio; recordou dos títulos franceses e de que o futebol é feito também de derrotas; disse que virão novas oportunidades e que a vida segue?

A resposta propriamente não importa, pode ter sido um misto de tudo isso, mas a certeza que fica é que o futebol é um esporte que vai muito mais além das quatro linhas, ele é capaz de gerar gestos de superação, de conforto, de união, de paixões que não exigem nada em troca. Como dizem muitas pessoas, o futebol é maior que a vida.

A campanha de Portugal

A própria campanha portuguesa é um exemplo de superação e de que a união de um grupo e a fé na conquista de um objetivo podem ser mais importantes do que ser badalado. Um time mediano, que passou da primeira fase após três empates, que passou por mais de uma prorrogação e chegou à final vencendo apenas uma partida no tempo normal, chegou à decisão vendo a França liderando em todas as casas de aposta.

Publicidade

Para completar, logo no início da partida, perdeu seu melhor jogador e grande estrela do campeonato, Cristiano Ronaldo, que precisou ser substituído após contusão. Mas, quando todos esperavam que ali a partida estaria se decidindo em favor da França, a união, a garra e o jogo coletivo de superação dos portugueses fizeram toda a diferença, mesmo tendo um time considerado inferior.

A própria França parece ter ficado surpresa com o desempenho português, pois após a saída de #Cristiano Ronaldo, perdeu sua força incisiva de tomar conta do jogo e partir para o ataque, não conseguindo controlar a partida, mesmo dentro de seus domínios. De quebra, viu Portugal ganhar corpo no decorrer do jogo, sabendo tomar as rédeas da partida, se impor e, no fim, sair de Paris com um inédito, e inesperado pela maioria, título na bagagem de volta. #Eurocopa 2016