De quatro em quatro anos, desde o final do século XIX, é celebrado o maior evento em esportes pelas pessoas, os Jogos Olímpicos, mas tudo isso só foi possível porque há mais de 2.500 atrás, os gregos fizeram germinar as sementes das celebrações ou disputas olímpicas. Diz a mitologia milenar da Grécia, que os Jogos tiveram o seu início com o poderoso Hércules, quando ele plantou uma oliveira para prestar homenagem ao seu pai Zeus. Das folhas da oliveira eram feitas coroas para que os campeões nas competições pudessem usá-las.

No entanto, a expressão "olímpico" apareceu aproximadamente 2.000 anos após o feito de Hércules, pois em 776 a.C o rei grego de Ilia, chamado Iftos, uniu-se aos também gregos, Licurgo, rei de Esparta e a Clístenes, rei de Pissa.

Publicidade
Publicidade

Como a tríplice aliança foi estabelecida no templo da deusa Hera na cidade de Olímpia, daí surgindo o nome “Olimpíadas”.

A Federação grega conhecida como Federação Helênica de natação comporá a maioria dos atletas (30 indivíduos) presentes nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, sendo 15 desses representando a natação, 2 estarão no nado sincronizado e 12 farão parte da seleção de pólo grega. Três atletas é o número dos representantes no ciclismo; a esgrima, o tiro e o judô contaram com 2 representantes cada uma das modalidades e na luta greco-romana, halterofilismo, tiro com arco e tênis de mesa terão cada categoria, 1 atleta grego as representando.

A cidadã helênica, Evangelia Psarrou com 42 anos (nasceu em 17.06.1974) é a atleta grega mais velha que virá às Olimpíadas e está participando da equipe pela 5.ª vez (atuou em 2000, 2004, 2008, 2012).

Publicidade

Já Spyros Gianniotos também está comemorando sua 5.ª passagem em uma Olimpíada pela Grécia.

No que diz respeito a outros atletas, para alguns será a 4.ª aparição nos Jogos, tais como os atletas: Vlassis Maras (2004, 2008, 2012), Sofia Bekatorou (2000, 2004, 2008), Angela Skarlatou (1996, 2000, 2012), Ilias Iliadis (2004, 2008, 2012) e Panagiotis Gionis (2004, 2008, 2012).

Vale frisar a título de curiosidade que no Rio de Janeiro, desde 1992, será a 1.ª vez que a Grécia estará competindo com menos de 100 atletas. Na cidade espanhola de Barcelona, somente 70 atletas gregos estavam presentes. Em Atlanta, EUA, em 1996, haviam 120 representantes da Grécia; em Sydney, Austrália, em 2000, foram 139; em Atenas, capital grega, em 2004 haviam 436 atletas; em Pequim, China, em 2008 compareceram 152 atletas e em Londres, Inglaterra, em 2012, competiram apenas 103 gregos.

No Brasil o chefe da delegação grega será Isidoros Kouvelos, que já é um representante experiente, pois será o chefe da mesma pela 3.ª vez consecutiva. #História #Europa #Rio2016