Ele deixou o Palmeiras, depois de um tumultuado período de negociações, com o coração apertado pois, segundo disse em entrevistas concedidas na época, queria permanecer no Alviverde. Mas Alan Kardec acabou mesmo "pulando o muro" da Academia de #Futebol da Barra Funda para o CT vizinho, do São Paulo Futebol Clube onde chegou, com status de craque, em maio de 2014, para ficar por cinco temporadas. Mas o prestígio do atacante caiu com tantas oscilações e com a chegada do centroavante argentino Jonathan Calleri, em janeiro de 2016.

Com Calleri em campo, Kardec passou a ser opção de Edgardo Bauza em algumas poucas oportunidades, geralmente quando o treinador escalava time reserva para poupar o elenco principal como fez nesta edição da Copa Libertadores da América.

Publicidade
Publicidade

Certamente a situação deve ter gerado insatisfação no jogador que, representado pelo pai, acertou sua transferência para o futebol chinês nesta sexta-feira (15).

Desde que a saída do argentino tornou-se inevitável, o clube tinha em mente a devolução da vaga de titular no time a Kardec. No último domingo, na partida contra o América-MG pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Morumbi, o jogador marcou dois gols na vitória do São Paulo por 3 a 0. 

Mas as esperanças da diretoria são-paulina de manter Alan Kardec, cujo vínculo se encerraria em maio de 2019, caíram por terra com a oferta do Chongqing Lifan, da China, que acertou com o brasileiro quase no último minuto antes do encerramento de transferências de jogadores estrangeiros para o futebol chinês.

Agora, a diretoria do São Paulo tem mais um problema para a sequência da temporada e precisa reestruturar seu elenco o mais rápido possível.

Publicidade

Ganso está de saída para o Sevilla, da Espanha, informação confirmada nesta semana pelo próprio presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. Calleri tinha contrato apenas até o fim deste mês e como foi convocado para se unir à delegação da seleção da Argentina nos jogos olímpicos Rio 2016, já se despediu dos companheiros do Morumbi e partiu para seu país. Rodrigo Caio, também convocado para atuar nas olimpíadas pela Seleção Brasileira, provavelmente não permanecerá no tricolor paulista, pelo menos é o que dizem nos bastidores.

A diretoria do Soberano está em vias de anunciar a contratação de Gilberto, atacante de 27 anos que estava no Chicago Fire, dos Estados Unidos, e que passou por Portuguesa, Vasco e Internacional. O vínculo entre atleta e clube deve ser de uma temporada e meia, encerrando-se no fim de 2016.

O atacante Milton Caraglio, do Vélez Sársfield, e o lateral-direito Buffarini, do San Lorenzo, são outros dois nomes sugeridos pelo técnico do São Paulo para reforçar o time.

Publicidade

A diretoria tricolor tem até a próxima terça-feira (19), dia em que fecha a janela de transferência de jogadores para o Brasil, para oficializar as negociações com os argentinos.

Para cobrir a lacuna deixada por Ganso, Hernanes, meia que se destacou no clube e ganhou o carinho da torcida, pode voltar. Atualmente o pernambucano está na Juventus-ITA, time que admite a possibilidade de emprestar o atleta para o Benfica, de Portugal, ou para o São Paulo. Porém, os portugueses foram os primeiros a manifestar interesse no jogador e por isso tem a preferência na negociação, embora possam perder a possibilidade de contar com o brasileiro em seu elenco se o time paulista oferecer melhor proposta salarial.

De qualquer forma, Cueva é cotado para a vaga do Maestro no elenco principal do tricolor paulista já que Daniel perdeu chances por ter caído de produção.

Enquanto a diretoria sofre com desfalques e com a pressão por contratações rápidas, dentro de campo o foco fica por conta do Majestoso, como é chamado o clássico entre Corinthians e São Paulo. As equipes se enfrentarão pela 15ª rodada do Brasileirão no próximo domingo (17), às 16h na Arena de Itaquera.  #São Paulo FC #PaixãoPorFutebol