Depois de perder por 2 a 0 para o Atlético Nacional-COL em pleno Morumbi lotado na noite da última quarta-feira (6), o São Paulo agora vive um inferno astral com ausências de jogadores primordiais como Paulo Henrique Ganso e Kelvin, ambos afastados por lesões relacionadas a estiramentos na coxa, e Maicon, expulso na primeira partida da semifinal da Libertadores após dar um empurrão no jogador colombiano Moreno.

Mas nada é tão ruim que não possa ser piorado; o atacante Jonathan Calleri, artilheiro do Soberano com 15 gols, foi convocado para defender a seleção de seu país, a Argentina, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira (7) depois que o técnico argentino Julio Olarticoechea, que chegou para substituir Tata Martino, teve de desistir de contar com Luciano Vietto, já que o Atlético de Madrid-ESP negou-se a ceder o atacante para a disputa dos jogos.

Publicidade
Publicidade

Contratado para ficar até o próximo dia 30, Calleri, de 22 anos, teve o seu vínculo prorrogado graças a uma cláusula que definia o procedimento em caso de classificação do São Paulo às semifinais da Libertadores. Entretanto, o atleta argentino sempre deixou claro que jamais se furtaria em atender a uma convocação da AFA (Asociación del Fútbol Argentino) para defender a seleção de seu país, especialmente em disputa de Olimpíada, um sonho para o jogador, ainda que isso lhe custasse deixar de lado alguma final com a camisa tricolor.

A data de apresentação dos jogadores argentinos está marcada para depois da partida do São Paulo em Medellín, dia 13, próxima quarta-feira.

Para avançar às finais da Copa Libertadores da América, o tricolor paulista precisa vencer o Atlético Nacional-COL por dois gols de diferença.

Publicidade

Se isso não acontecer e o time paulista acabar eliminado, o torcedor são-paulino só voltará a assistir Calleri em campo no dia 4 de agosto, no estádio do Engenhão, quando a Seleção da Argentina irá enfrentar a Seleção de Portugal.

A apresentação dos argentinos para os Jogos do Rio está programada para a próxima semana, logo após a partida de volta da semifinal da Libertadores. Se o São Paulo não conseguir reverter a situação diante do Atlético Nacional, Calleri pode ter somente um jogo a disputar pela equipe de Edgardo Bauza. A Argentina estreia no Brasil em 4 de agosto, contra Portugal, no Engenhão. #Futebol #Rio2016 #São Paulo FC