Decididamente, o futebol brasileiro já viveu dias melhores, bem melhores. Após o fiasco na Copa do Mundo de 2014 com a goleada de 7x1 para a Alemanha, a dias eliminações consecutivas na Copa América de 2015 e 2016 para o Paraguai e Peru, respectivamente, o esporte mais popular do Brasil já não é visto com tanta admiração pelos europeus que outrora veneravam a nossa arte futebolística.

O reflexo disso é que o maior talento do futebol brasileiro, atualmente, aquele que mais se destaca no exterior jogando no Barcelona, um dos maiores clubes do mundo, não figurou nem entre os 10 primeiros que concorrerão à Bola de Ouro, premiação que escolhe os melhores jogadores europeus na temporada 2015/2016.

Publicidade
Publicidade

#Neymar ficou em 19o. lugar nesta disputa atrás de nomes como Riyad Mahrez, Jamie Vardy e N´Golo Kanté, jogadores do até então desconhecido Leicester, atual campeão inglês.

Nem o fato de fazer parte do trio MSN no Barcelona, com a maior média de gols do mundo, favoreceu o brasileiro Neymar Júnior. Como se não bastasse, o brasileiro teve que lidar com o fato de que seus outros dois companheiros de clube, Luis  Suárez e Messi concorrerão ao prêmio de melhor jogador da Europa. Embora idolatrado e até, muitas vezes, endeusado por parte da imprensa brasileira, parece que Neymar não desfruta da mesma admiração pelos futebolistas europeus neste momento.

Tivesse o craque brasileiro disputado e vencido a Copa América, talvez suas chances na disputa pela Bola de Ouro fossem melhores, mas por decisão da CBF o jogador acabou sendo preservado para disputar as Olimpíadas no RJ, competição considerada mais importante pela entidade máxima do futebol brasileiro neste ano de 2016.

Publicidade

Já o argentino Messi, companheiro de Neymar no Barcelona da Espanha, vencedor do troféu de melhor jogador do Continente Europeu no ano passado, também teve suas chances reduzidas de conquistar novamente a Bola de Ouro em função do fracasso da Seleção Argentina na Copa América deste ano. A derrota dos argentinos frente ao Chile criou uma crise no futebol da Argentina com o próprio Lionel Messi declarando que jamais voltaria a jogar pela sua seleção.

Este quadro indica que o português Cristiano Ronaldo deverá levar o Troféu Bola de Ouro edição 2015/2016. Se o CR7 não conseguiu ser tão brilhante no Real Madrid nas competições que participou na atual temporada, na Euro2016 foi brilhante, um dos seus maiores destaques, além de ter conquistado o título da competição.

O próprio Neymar apontou o português como favorito observando que a conquista de um título importante faz muita diferença. Por isto #Cristiano Ronaldo, que na temporada passada ficou em segundo lugar, salvo alguma surpresa, deverá ser o vencedor da Bola de Ouro  na decisão que será anunciada na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa na cidade de Montecarlo no principado de Mônaco. #Resenha Esportiva