O meia Marlone, que chegou ao Timão neste ano, é bastante 'queridinho' pela torcida do #Corinthians. Talvez o motivo da torcida gostar tanto do atleta é que quando entra em campo, ele corresponde à altura, mostrando seu bom #Futebol. Mas apesar de ser um bom jogador, Marlone não vem tendo grandes oportunidades ou uma boa sequência de jogos no time paulista.

A torcida alvinegra quer ver o meia como titular na atual equipe comandada pelo técnico Cristóvão Borges, mas em contrapartida, a comissão técnica pensa de forma diferente. Desta forma, não restou outra coisa a não ser criticar duramente as responsáveis pelo atual momento do atleta, que, por sua vez, recebeu várias propostas de clubes que disputam o #Campeonato Brasileiro, mas ele afirmou que deseja permanecer no Corinthians.

Publicidade
Publicidade

Caso receba uma proposta agradável, Marlone pode optar por deixar o clube de Parque São Jorge, pois até o momento, o atleta ainda não entrou em campo em sete partidas, e outro grande motivo pode ser pela falta de oportunidades em jogar. O meio-campista chegou a afirmar que não está satisfeito com a falta de chances. Para alguns de seus familiares, o jogador ressaltou que ainda não conseguiu entender o motivo pelo qual o treinador Cristóvão Borges não o vem colocando nas partidas. Desde quando chegou, até agora, Marlone só atuou em 14 partidas oficiais.

O meio-campista já é bem conhecido por Cristóvão em tempos de Vasco. Talvez por esse motivo, o atleta pensou que com um novo treinador ele iria jogar mais vezes, e inclusive, aparecer na equipe titular, mas até agora toda essa expectativa foi em vão, pois em três partidas que Cristóvão comandou o Timão, o meia não entrou em campo.

Publicidade

O otimismo do atleta aumentou mais ainda em relação em jogar mais vezes no Corinthians, pois, no setor que Marlone costuma atuar, já são quatro lesões. São eles: Danilo, Camacho, André e Bruno Paulo. Mas a partir da próxima semana, Marlone pode ganhar a concorrência de Alexandre Pato, que está voltando de empréstimo do Chelsea, da Inglaterra.