No dia em que completa 114 anos, o Fluminense presenteou o seu torcedor nesta quinta, na parte da tarde, ao abrir, de maneira oficial, as portas do tão sonhado Centro de Treinamento (CT). Estiveram presentes toda membros da diretoria, alguns associados e o departamento de futebol (elenco e comissão técnica).

Situado na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, o local tem concluídos dois campos, além de as obras dos setores 1 (lavanderia, garagem e depósitos de materias), 2 e 3 (vestiários, departamento médico, fisioterapia, musculação, piscinas e recuperação dos atletas) estarem quase prontos. Já o terceiro campo e o setor 4 (hotel, estrutura administrativa do futebol, sala de imprensa e refeitório) ainda demorarão um pouco.

Publicidade
Publicidade

Principal responsável pelo andamento da obra, o vice de Projetos Especiais, Pedro Antônio, não escondia a sua alegria pelo sucesso do empreendimento. De acordo com o dirigente, o CT estará à disposição do atual elenco a partir de outubro, mas, se o técnico Levir Culpi quiser, pode utilizar o local daqui a duas semanas

"Nosso prazo inicial era setembro. Porém, se o Levir quiser, pode começar a treinar aqui em 15 dias. O vestiário e toda a estrutura do futebol, com o gramado, vão estar prontos. A parte de hospedagem, não. Vamos fazer o prédio até o final de outubro. Os três últimos andares, não, isso vai ficar para a próxima gestão. E é bom que o próximo presidente continue", explicou Pedro Antônio.

Também presente aos festejos, Peter Siemsen era só empolgação. Para o presidente da agremiação das Laranjeiras, o CT Tricolor é a nível dos grandes clubes europeus.

Publicidade

"O nosso CT tem nível, espaço e campos visando atender o profissional. É primeiro mundo, é nível Europa. O Thiago Silva esteve aqui e aprovou. Vai ser dos melhores do mercado", declarou o mandatário.

Para aumentar o clima de euforia, o Fluminense apresentou, de maneira oficial, quatro de seus seis reforços: os meias Danilinho (ex-Atlético-MG), Marquinho (campeão brasileiro de 2010, que volta depois de cinco anos, passando por Itália e Oriente Médio) e Alexis Rojas, revelação do futebol paraguaio, vestindo a camisa do Sportivo Luqueño. Eles se juntam ao centroavante Henrique Dourado, apresentado há quase duas semanas e do ex-apoiador do Independiente, o argentino Cláudio Aquino, que precisou voltar ao seu país para resolver questões burocráticas, retornando na próxima semana. Questionado, Peter Siemsen, adotando um tom de mistério, não descartou a possibilidade de mais contratações.

"Esse é o grupo que temos hoje, mas não descartamos uma oportunidade que possa aparecer. Não vou falar em nomes, as coisas acontecem quando há o sigilo", resumiu o presidente tricolor.

Publicidade

Em 10º lugar com 21 pontos e vindo de um triunfo de 2 a 0 sobre o Cruzeiro no último final de semana, em Édson Passos, distrito de Mesquita, no Grande Rio, o #Fluminense enfrentará o Atlético-PR no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 16ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Na quarta que vem, o desafio será pela copa do Brasil. Fora de casa, tentará vencer o Ypiranga-RS. #PaixãoPorFutebol