Medida desesperada? O técnico Oswaldo de Oliveira, sem ter opções para fechar o time do Sport que enfrentará o Ponte Preta no próximo sábado, teve que tomar uma atitude não vista até aqui. Ele mexeu na estrutura da equipe. A má fase do time pernambucano está obrigando o técnico a inovar com o que tem, visto que os reforços prometidos não vieram. Diferente do que tem sido visto até aqui, pela primeira vez o Sport entrará em campo sem um centroavante de ofício. Edmilson, atacante do Leão nos últimos dez jogos no sábado inicia a partida sentado ao lado dos reservas.

Quem irá substituir Edmilson é o também atacante Rogério.

Publicidade
Publicidade

O que difere Rogério de Edmilson, é que Rogério fez seu histórico jogando pelas laterias, inclusive dentro do Sport. É por saber dessa facilidade do atacante com as laterias, que fez com que o técnico Oswaldo optasse por ele. Enquanto jogou pelo São Paulo, Rogério até teve algumas tentativas jogando no centro, mas por não ter tido muito sucesso acabou sendo explorado nas laterias, e deu certo.

Na Ilha do Retiro, Rogério já atuou nas laterais em três jogos, e a configuração do treino desta quinta-feira mostra que existe a possibilidade disso acontecer mais uma vez. Rogério executou a função de lateral jogando ao lado de Diego Souza.

Quem volta para completar esse esquema tático é o meia Everton Felipe, o meia que esteve suspenso no jogo contra o Palmeiras estará no jogo de sábado, ele irá reassumir a posição na ponta direita, que já foi executada pr Rogério, inclusive no jogo contra o Palmeiras.

Publicidade

Outra medida adotada por Oswaldo de Oliveira é a entrada de Rodrigo Mancha, o volante entra jogando como lateral direito no lugar de Samuel Xavier que terá que cumprir suspensão. Mancha estará atuando nessa posição pela primeira vez.

Outros duas decisões do comandante Oswaldo de Oliveira que chamaram a atenção foi quanto ao time reserva. Neste não estava o atacante Túlio de Melo que até aqui vinha sendo relacionado, o que mais chamou a atenção é que Túlio aqueceu junto com os reservas, mas na hora da bola rolar não foi opção nem entre os reservas. Outro ponto que chamou a atenção foi Reinaldo Lenis ser usado como lateral-direito.

Na hora do rachão, o time reserva era formado por Lucas, Reinaldo Lenis, Ronaldo Alves, Oswaldo, Mansur, Ronaldo, Luiz Antônio, Clayton, Mark, Vinícius Araújo e Edmilson.

O time do Sport que deverá ser titular no jogo contra a Ponte Preta será: Agenor; Mancha, Matheus, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Gabriel Xavier, Everton Felipe e Diego Souza; Rogério.

 

  #Futebol