O #Palmeiras coloca em jogo o seu grande momento no Brasileirão nesta terça-feira, 12, a partir das 20h30, diante do #Santos, no Allianz Parque. Será a reedição da grande final da Copa do Brasil de 2015, em que o Verdão saiu vencedor tendo o goleiro Fernando Prass como o grande herói. Prass, aliás, está confirmado no time para esta noite e terá a missão de barrar o sempre perigoso ataque santista.

O jogo encerrará a décima quarta rodada do Brasileirão, que teve resultados ruins para o Palmeiras. Os seus dois concorrentes mais diretos pela liderança cumpriram o seu papel e venceram. O Corinthians fez 2x0 na Chapecoense fora de casa no sábado e o Grêmio aplicou 2x1 no Figueirense em Porto Alegre no domingo.

Publicidade
Publicidade

Com isso, o Timão tem 28 pontos na segunda colocação, enquanto o time gaúcho é 3°, com 27.

O Palmeiras terá que lidar com desfalques importantes para o jogão desta noite. Na rodada passada, os atacantes Gabriel Jesus e Róger Guedes, além do volante Thiago Santos, sofreram o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Sport Recife fora de casa e estão suspensos. Além dele, o volante Tchê Tchê e o meia Moisés podem ficar de fora por contusão. Arouca e Matheus Salles são algumas das opções do técnico Cuca. Na frente, a possibilidade maior é que Erik e Lucas Barrios façam companhia para Dudu.

Sendo assim, é bem possível que o técnico Cuca escale o Palmeiras da seguinte forma para o jogo de logo mais: Fernando Prass; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Matheus Sales, Arouca e Cleiton Xavier; Erik, Dudu e Lucas Barrios.

Publicidade

Já pelo lado do Santos, a missão é voltar a entrar no G4. Para isso, precisará empatar ou vencer o Palmeiras e tirar o 100% do adversário jogando em casa pelo Brasileirão. O Peixe está em 7°, com 22 pontos, um a menos que o Atlético-PR, 4° colocado. A expectativa ficará por conta do aproveitamento do colombiano Copete no time titular. Ele pode ganhar a vaga do jovem Vitor Bueno.

O Santos deve ir com: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Copete, Rodrigão e Gabigol. #Campeonato Brasileiro