Ricardo Gomes vê o time jogando melhor que o adversário mas ... O Botafogo perdeu novamente, e dessa vez foram cinco, cinco gols tomados nessa última quinta-feira, jogando contra o Atlético-MG. A partida que encerrou com um placar de 5 a 3 somou ao time de General Severiano seis derrotas em doze partidas do Brasileirão 2016, é fato que o #Botafogo esteve muito melhor que o Atlético-MG, mas jogar melhor não garante 3 pontos, o que determina a vitória são os gols, e com esse placar o Botafogo mostrou a sua carência defensiva.

O time comandando por Ricardo Gomes, além dos três gols feitos perante um Mineirão com 35 mil torcedores, chegou a criar boas chances para outros mais.

Publicidade
Publicidade

Porém, Ricardo Gomes viu seu time sucumbir, para o técnico esse resultado catastrófico deriva também dos erros na arbitragem.

Em entrevista coletiva concedida após o jogo Ricardo Gomes fez o panorama do jogo, com 20 segundo um gol, depois o Botafogo se viu sofrendo durante 15 minutos em muita pressão, ainda sim jogando melhor. Então veio o segundo gol, e é aí que Ricardo Gomes reclama da arbitragem, para ele esse segundo gol derivou de um erro da arbitragem aonde o juiz não teria apitado um pênalti no Renan. Ricardo Gomes ressalta que raramente reclama da arbitragem, porém, na interpretação dele está claro que houve má vontade do trio de arbitragem para com o time carioca.

Ricardo Gomes foi questionado sobre Ribamar, pois, além do fato do jogador de 18 anos ter saído no primeiro tempo chorando e com dores na coxa, tem também os rumores de que o jovem atacante esta saindo do Botafogo rumo à Europa.

Publicidade

Com a cabeça inclinada para baixo Ricardo Gomes respondeu que não será a primeira vez que terá que conviver com isso, tampouco será a última vez. Destacou que a humildade de Ribamar, a boa cabeça e o ótimo #Futebol faz com que ele seja um jogador cotado por outros clubes. Gomes disse que está incerto quanto aos clubes interessados, disse que sabe de um francês e de um grego, porém, ainda que não saiba qual o destino do atleta já tem se preparado para a despedida. O técnico despistou, mas em meio a uma tentativa de elogio ao bom futebol de Ribamar e a diferença que esse faz quando joga ao lado de Sassá, Gomes deixou escapar que o atacante pode estar mesmo dando tchau. "Temos o Sassá, mas é melhor estar com o Sassá e o Ribamar"

Ricardo Gomes comentou sobre equilíbrio emocional do time, para ele o time voltou bem no segundo tempo, os atletas não aparentavam estarem abatidos, criaram chances de gols, mais chances do que o Atlético-MG, porém, a parte defensiva de General Severiano não parecia estar em um bom dia.

Publicidade

Em relação a Sassá, vale lembrar que o atleta acaba de se recuperar de uma lesão e que é preciso muita cautela e calma, o jogador ainda não pode ser muito forçado. Gomes disse que inicialmente intencionava usa-lo no jogo por apenas 20 minutos, e mesmo assim seria os 20 minutos finais da partida. Porém, devido à necessidade do jogo, Ricardo Gomes revelou que teve que arriscar, precisando de velocidade acionou o jogador pois a leitura de jogo que o técnico fazia naquele momento pedia Sassá em campo.

Sobre Pimpão, Carli e Airton: o primeiro acabou entrando em um momento aonde o placar já não favorecia o Botafogo, porém pode ser notado que Pimpão trouxe qualidade ao time, por isso Gomes acredita que no decorrer do Campeonato Brasileiro uma grande evolução poderá ser notada. Em relação aos dois últimos Ricardo Gomes foi direto. "Não conto com eles para a próxima partida!", Gomes disse que ambos não encontram-se em condição.