Depois de dois dias de folga, o Fluminense se reapresentou na tarde desta quarta, nas Laranjeiras, iniciando os seus preparativos para o compromisso de domingo, às 16h (de Brasília), diante do Cruzeiro, válido pela 15ª rodada do #Campeonato Brasileiro, o primeiro do Tricolor no Giulite Coutinho, estádio que utilizará quando tiver mando de campo, enquanto o Maracanã estiver reservado para as Olimpíadas e Paraolimpíadas do Rio de Janeiro.

Na volta aos trabalhos, o grupo trabalhou intensamente a parte física. Até o goleiros, que, normalmente fazem uma atividade diária com bola, participaram do circuito formado pelos preparadores Rodolfo Mehl, Flávio Vignoli, Jefferson Souza e Gabriel Pinho.

Publicidade
Publicidade

A novidade ficou por conta de Gustavo Scarpa. Recuperando-se de uma pequena contusão ligamentar no joelho direito, o meia ficou na academia. Outros que retornaram foram o zagueiro Gum (não esteve no 0 a 0 com o Vitória-BA do último domingo devido a um problema particular) e o volante Édson, livre de uma gastroenterite.

Enquanto os jogadores suavam a camisa, a diretoria seguia a busca de reforços. Em entrevista concedida à Rádio Transamérica FM, o presidente do clube, Peter Siemsen, confirmou o acerto com o paraguaio Alexis Rojas, de 19 anos, vindo, por empréstimo até julho de 2017, junto ao Sportivo Luqueño, equipe do país natal do jovem armador.

"Ele tem um perfil diferente, um perfil de futuro e oportunidade. É um jogador que tem que se trabalhar para amadurecer", declarou o mandatário.

Publicidade

Além de Rojas, o #Fluminense deve anunciar, brevemente, mais duas contratações, ambas para o setor ofensivo: Wellington Silva, de 23 anos, revelado nas categorias de base do próprio Tricolor e Danilinho, ex-jogador do Atlético-MG, onde trabalhou com Levir Culpi e que, ultimamente, defendia o Querétaro, do México. Os meias Dátolo e Oscar Romero seguem em negociação.

Na quinta, a partir das 15h (de Brasília), haverá mais um treinamento, dessa vez na Escola de Educação Física do Exército, na Urca. Com 18 pontos e em 11º lugar na classificação, o Fluminense necessita vencer para se afastar da zona de rebaixamento e, de quebra, ficar mais perto do G-4, grupo dos classificados para a Taça Libertadores da América do próximo ano. #PaixãoPorFutebol