Após 41 anos sem vencer a França, Portugal quebrou o tabu e conquistou o título inédito de campeão da Eurocopa 2016, vencendo o jogo na prorrogação por 1 a 0, durante final inédita realizada neste domingo (10), às 16 horas (de Brasília), no Stade de France, em Paris. A seleção francesa já havia sido campeã do torneio nos anos de 1984 e 2000.

Num jogo empolgante e bem movimentado, a França teve um desempenho melhor do que o de Portugal no primeiro e no segundo tempo, criando boas oportunidades e tendo 54% de posse de bola.

O Jogo

Aos 3 minutos da primeira etapa, Nani recebeu lançamento, mas isolou a bola, chutando por cima do gol de Lloris.

Publicidade
Publicidade

Já aos 6 minutos, a França teve a sua primeira chance de marcar, com Griezmann, que também chutou forte, contudo, a bola passou longe da trave.  Aos 9 minutos, a França teve ótima chance de sair na frente; Griezmann recebeu cruzamento na grande área, cabeceou bonito, mas o goleiro Rui Patrício tirou a bola com as pontas dos dedos, evitando o primeiro gol do jogo.

Após a entrada de Payet em Cristiano Ronaldo, o atacante português sentiu fortes dores no joelho. Ele insistiu em jogar, mas não suportou as dores e saiu chorando, aos 24 minutos do primeiro tempo, sendo substituído por Quaresma.

Aos 33 minutos, Sissoko recebeu passe de Payet, avançou com a bola e soltou a bomba, porém o goleiro português fez bela defesa. Aos 38 minutos, João Mário cruzou para área francesa e Fonte mandou por cima do travessão.

Publicidade

No segundo tempo, a França continuou melhor no jogo, criando algumas oportunidades interessantes de gol. Aos 20 minutos, Griezmann recebeu belo lançamento de Pogba, cabeceou perigosamente e a bola passou bem perto do travessão. Aos 29, Giroud chutou forte cruzado pela esquerda e Rui Patrício evitou o primeiro gol da partida. Aos 34, Portugal criou uma linda jogada com cruzamento de Nani pela direita e finalização plástica de Quaresma de meia bicicleta, mas o goleiro fez a defesa. Aos 38, Sissoko chutou forte de fora da área e Rui Patrício fez bonita defesa, evitando o gol francês. No fim do 2segundo tempo, Gignac deu um drible em Pepe bem perto da pequena área, chutou e a bola bateu na trave.

Na prorrogação, a França continuou dominando a partida, porém, Portugal passou a oferecer mais perigo ao goleiro Lloris. Na 2segunda etapa, Rafael Guerreiro cobrou uma falta e a bola foi no travessão. E aos 3 minutos, Eder chutou forte de fora da área e fez 1 a 0, calando a torcida francesa e dando o título inédito para os portugueses.

Confira as escalações das seleções:

PORTUGAL: Rui Patrício, Cédric, Bruno Alves, José Fonte e Raphael Guerreiro; Danilo (Willian Carvalho), João Mário, Adrien Silva (Moutinho) e Renato Sanches (Eder); Nani e Cristiano Ronaldo (Quaresma). Técnico: Fernando Santos.

FRANÇA: Lloris; Sagna, Koscielny, Umtiti e Evra; Matuidi, Pogba, Sissoko e Payet (Coman); Griezmann e Giroud (Gignac). Técnico: Didier Deschamps. #Euro2016 #Europa #Eurocopa 2016