Na tarde desta terça-feira (26), em Teresópolis, onde a Seleção Olímpica está treinando, o atacante Neymar foi o escolhido para a entrevista coletiva de imprensa. O craque do Barcelona falou sobre a possibilidade de um dia vestir a camisa do Flamengo, algo que lhe deixaria bastante contente, pois tem admiração pelo clube carioca. #Neymar também declarou que Gabriel Jesus seria feliz se optasse por jogador no Barcelona.

No entanto, tudo corria bem, na mais pura tranquilidade, quando um repórter resolveu questionar o camisa 11 da Seleção Brasileira sobre sua predileção por baladas e vida noturna. Isso causou um visível transtorno no atacante do Barcelona, que prontamente respondeu dizendo que tem 24 anos e tem uma vida particular que diz respeito somente a ele.

Publicidade
Publicidade

Ainda irritado com a indagação do repórter, Neymar foi mais longe, acrescentando que a imprensa deve cobrá-lo pelo que ele faz dentro de campo, quando está servindo a Seleção Brasileira.

O atacante declarou que vai continuar indo para as baladas porque isso nunca o impediu de dar o seu melhor dentro de campo. E finalizou questionando o repórter que originou o descontentamento do craque: " Se você tivesse 24 anos, conquistado tudo que conquistei, você não faria o mesmo?."

O fato é que Neymar tem um histórico de ostentação nas redes sociais que deixa desconfortável algumas pessoas que gostam do seu futebol. É normal ver o jogador tirando "selfies" com amigos e mulheres em festas. Especialmente dois episódios da vida noturna do atacante repercutiram muito mal na mídia e junto aos torcedores.

Publicidade

O primeiro ocorreu em março deste ano, quando Neymar foi flagrado numa balada após ser suspenso numa partida das Eliminatórias da Copa do Mundo contra o Uruguai. O craque da Seleção Brasileira não pôde atuar nesse jogo porque tomou o segundo cartão amarelo.

O segundo episódio foi há pouco mais de um mês, na Copa América, quando houve um acordo para que Neymar não jogasse e se preservasse para as Olimpíadas. No entanto, mesmo presente nos Estados Unidos, onde a competição foi realizada, o atacante preferiu ir a uma festa com mulheres e amigos em Las Vegas no dia em que a Seleção Brasileira era eliminada pelo Peru.

Esse comportamento de Neymar reforça o argumento de seus críticos de que o atleta não tem muito comprometimento com a Seleção, que está mais preocupado com os holofotes, com a ostentação do que se empenhar em busca dos resultados que o selecionado precisa. #Rio2016 #Resenha Esportiva