Após quatro partidas afastado - uma por estar suspenso e outras três por não ter sido escalado pelo técnico Oswaldo de Oliveira - Renê volta ao time titular do Leão pernambucano. Estando Rodney Wallace lesionado, Renê volta a atuar na área em que ele foi absoluto na temporada de 2014 e de 2015. O atleta volta a pisar em campo já no próximo sábado, no jogo contra o Ponte Preta, em Campinas.

Uma das principais razões do jogador não estar sendo relacionado deriva das duras críticas recebidas pela torcida rubro-negra. Renê realmente estava atuando de forma pobre, o #Futebol que estava sendo mostrado não condizia com o potencial do atleta.

Publicidade
Publicidade

Nessa temporada a crítica é de que ele estava atuando de forma medíocre, se comparado com o que já se viu ele fazendo em temporadas passadas. Porém, Renê sem se mostrar abalado pelo momento, foi a público e revelou estar preparado para fazer o que fizera em outras temporadas.

Em entrevista concedida pelo jogador, Renê falou que em relação ao estar pronto, ele sempre esteve, e disse estar muito motivado para voltar e voltar ainda melhor. Afirma que sua qualidade já foi demonstrada nesses últimos dois anos, e que espera que a torcida volte a acreditar nele, pois o seu retorno irá mostrar que há sim razões para acreditar no futebol dele.

Nos últimos dois anos, Renê foi titular absoluto, na temporada da Série A do #Campeonato Brasileiro de 2014 chegou a bater um recorde de participações consecutivas, foram 38 partidas seguidas.

Publicidade

Ele chegou a ter seu nome especulado por clubes europeus e grandes times do Brasil. Já em 2016, Renê deixou de ser noticia positiva, e devido ao baixo rendimento começou a ser duramente criticado. Certo é que o Sport como um todo ainda não conseguiu se acertar na atual temporada, Renê é só um reflexo da totalidade do clube pernambucano.

O comandante Oswaldo de Oliveira não aparentou em momento algum ser induzido pelas vaias que vinham da torcida quando Renê estava em campo, tanto é que durante muito tempo o técnico o manteve na equipe titular. Porém, quando veio a suspensão, com ela veio a substituição e Renê não jogou mais. Rodney Wallace assumiu a posição improvisado e acabou indo muito bem, o que fez com que Renê ficasse por mais tempo no banco dos reservas.

No próximo sábado jogando contra o Ponte Preta, Renê estará de volta, o jogo marcado paras às 21h será em Campinas, o Sport necessita muito desses três pontos disputados, pois o time ainda continua na zona de rebaixamento. O técnico Oswaldo de Oliveira deverá colocar em campo Agenor, Rodrigo Mancha, Matheus Ferraz, Durval, Renê, Rithely, Serginho, Gabriel Xavier, Diego Souza, Everton Felipe e Rogério.