O técnico Bernardinho anunciou o corte dos três últimos jogadores da seleção brasileira masculina de #Vôlei para os Jogos Olímpicos. Além do ponteiro Murilo, com estiramento na perna esquerda, e que não vinha atuando na Liga Mundial, não farão parte do time olímpico o central Isac e o líbero Tiago Brendle.  Assim, a lista com doze jogadores está completa.

Em rede social, Jaqueline, mulher de Murilo e ponteira da seleção feminina, lamentou o corte, e postou mensagem emocionada ao jogador: “Está difícil aceitar que vc não estará comigo naquela Vila Olímpica. Vc lutou até o último momento, mas infelizmente a sua lesão não o deixou prosseguir...

Publicidade
Publicidade

Vou lutar para trazer essa medalha e honrar a nossa família! Te amo guerreiro”, finalizou.

O casal está junto há sete anos e tem um filho, o menino Arthur. No início de junho, a jogadora deu uma declaração polêmica sobre a pressão de disputar os Jogos Olímpicos no Brasil e comentou, inclusive, que não gostaria que seus familiares, incluindo o menino, fossem ao Maracanãzinho para assistir as partidas do Brasil.

No domingo, também em rede social, o ponteiro Murilo criticou o presidente da Federação Internacional de Vôlei, Ary Graça, por “não cumprimentar” a seleção brasileira feminina de vôlei no pódio, após a conquista do título do Grand Prix.

A lista completa do vôlei masculino ficou assim: Bruninho, William, Lucarelli, Maurício Borges, Lipe, Douglas Souza, Wallace, Evandro, Lucão, Maurício Souza, Éder e Serginho. Nesta terça-feira (19), a seleção masculina desembarca no Brasil, após a disputa da fase final da Liga Mundial, na Polônia.

Publicidade

Até com uma certa facilidade, a equipe foi vencida na final pela Sérvia, país que não se classificou para as Olimpíadas. O placar final foi de 3 a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 25/21. Na primeira fase do torneio, o Brasil também foi superado pela seleção sérvia, na casa do adversário, por 3 a 1.

Agora, os jogadores ganharão folga de dois dias e retomarão os treinamentos finais no CT de Saquarema, no Rio. A estreia do Brasil está programada para o dia 7 de agosto, às 9h30, contra o México. #Rio2016