Há dois dias o atacante Alexandre Pato voltou ao #Corinthians depois de ter encerrado seu empréstimo junto ao Chelsea, da Inglaterra. O clube inglês não se interessou em adquirir o jogador em definitivo. Nos Blues, o jogador brasileiro foi relacionado em 10 partidas, mas apenas em duas foi titular e marcou um gol de pênalti na sua estreia. 

De volta ao Brasil, na próxima terça-feira (5) o atacante será reintegrado ao grupo do Corinthians. O aproveitamento do centroavante corintiano não representa uma convicção da direção no sentido de que Alexandre Pato é um jogador com grande potencial e o time precisa dele. O  atacante está se juntando ao grupo principal apenas porque o Corinthians não recebeu nenhuma proposta para negociá-lo para outro clube. 

Em entrevista coletiva, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, chegou a dizer: "Faço o quê, se preciso tomar uma decisão agora e pagar os salários dele até o final do ano? Ele volta ao grupo e permanece.

Publicidade
Publicidade

É funcionário do Corinthians", referindo-se a Pato. Roberto de Andrade também se mostrou solidário com relação às críticas do torcedor em relação ao jogador.

Por incrível que pareça, não estamos falando de um perna de pau, de um "quebrador de bola", pelo contrário. De acordo com o site "Transfermarkt", Pato é o segundo jogador mais valioso do Brasileirão, com um valor de mercado em torno de 38 milhões de reais, atrás apenas de Gabriel Jesus, do Palmeiras, que possui uma avaliação de 53 milhões.

No entanto, Pato parece não ter mais ambiente para jogar no Corinthians, nem junto aos dirigentes, muito menos em relação aos torcedores. A única pessoa que se mostrou interessada em dar uma chance a Pato foi o técnico Cristóvão Borges, que acredita no potencial do atleta. 

Diante disso, é fácil concluir que Alexandre Pato está de volta ao clube, para onde nunca quis voltar, com dirigentes e torcedores que não queriam que ele voltasse.

Publicidade

E o atacante, que um dia foi transferido para um dos maiores clubes da Itália com apenas 17 anos de idade, numa cara transação, apontado desde a base do Inter como um jogador diferenciado, hoje é tratado como sendo um fardo para o Corinthians.   #Resenha Esportiva #Campeonato Brasileiro