Confirmando a notícia do último sábado, em sua versão eletrônica, o "Cancheros", do Equador, revelou, nesta segunda-feira  (25), que Junior Sornoza é aguardado no Rio de Janeiro na próxima semana para assinar um pré-contrato com o #Fluminense. O atleta firmará um vínculo com o Tricolor até o final de 2020.

A ideia da equipe carioca era trazer o jogador de forma imediata, mas, por conta do fechamento da janela de contratações internacionais, o meia, destaque do Independente Dell Valle, surpresa do #Futebol equatoriano que na próxima quarta, fora de casa, decide a atual edição da Taça Libertadores da América contra o Atlético Nacional de Medellin, da Colômbia, só poderá ser integrado à agremiação das Laranjeiras a partir de 2017.

Publicidade
Publicidade

Com 22 anos, Junior Sornoza nasceu em Portoviejo, cidade a 400 quilômetros de Quito (capital), sudoeste do Equador. Iniciou a sua carreira no Cristo Rei, equipe amadora de sua cidade natal. Em 2009, chegou para a base do Independente Dell Valle, onde ficou até 2015, quando teve um curto período emprestado ao Pachuca, do México. Retornou ao Independente nessa temporada para se transformar em uma das principais peças do elenco. Já defendeu a seleção de seu país em quatro ocasiões, marcando um gol. No Flu, irá receber um salário de R$ 220 mil mensais.

Confirmado, Sornoza será o sétimo reforço do Fluminense no segundo semestre. Antes dele, vieram Danilinho, Marquinho, Alexis Rojas (revelação do futebol paraguaio), o argentino Cláudio Aquino, todos para o meio, além dos atacantes Wellington e Henrique Dourado.

Publicidade

Existe, ainda, a possibilidade de Jesus Dátolo, apoiador formado no Boca Junior (ARG), com passagem pelo Internacional e, ultimamente, tendo poucas oportunidades no atlético-MG, também vir a integrar o elenco do técnico Levir Culpi.

Enquanto isso, o Fluminense, após ser derrotado pelo Atlético-PR no último domingo (1 a 0, em Curitiba) pelo Campeonato Brasileiro, volta as suas atenções para a terceira fase da Copa do Brasil. Na quarta, às 21h45 (de Brasília), irá ao Colosso da Lagoa, em Erechim, interior do Rio Grande do Sul, para encarar o Ypiranga-RS. Como, na ida, disputada no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, não saiu do 1 a 1, o Tricolor precisa vencer ou empatar de 2 a 2 em diante para não ser eliminado da competição. #PaixãoPorFutebol