Slimani tem feito de tudo para sair imediatamente do Sporting, incluindo ignorar a direção do seu clube. Tal como informa o jornal “Record”, o atacante argelino não tem atendido nenhuma chamada da direção sportinguista nos últimos dias, tendo apenas revelado que não quer continuar no clube português.

Além de não atender ao clube que paga o seu ordenado, Slimani não se apresentou ao trabalho no mesmo dia que os colegas, sendo que por isso, caso não tenha autorização prévia do Sporting, o jogador pode sofrer um processo disciplinar, algo que também aconteceu recentemente com Carrillo.

Para o argelino, bem como para o seu empresário, o futuro de Slimani está há muito tempo definido: jogar a próxima temporada em um clube inglês e forçar ao máximo a sua saída do Sporting.

Publicidade
Publicidade

O jogador já informou Bruno de Carvalho da decisão, garantindo que quer ir para um time que tenha todas as condições para conquistar grandes títulos, algo que, segundo o talentoso jogador, o Sporting não consegue oferecer.

Como informa o jornal “Record”, Slimani está aguardando que Bruno de Carvalho aceite uma proposta para a sua venda dentro dos próximos dias, mesmo que isso signifique que o presidente leonino tenha que aceitar menos dinheiro pelo atacante, do que inicialmente estava prevendo.

Com 28 anos, Slimani quer, finalmente, dar um salto na carreira, nem que para isso tenha que ficar os próximos meses castigado, ou jogando à parte, assim como aconteceu com Carrillo, que saiu ontem, dia 1 de julho, a custo zero, do clube para o eterno rival, o Benfica.

Tentando ao máximo que tal não aconteça e sabendo perfeitamente que Slimani pode até não viajar para Portugal na próxima semana, Bruno de Carvalho terá que tomar uma decisão muito rapidamente, com relação à venda forçada do argelino.

Publicidade

Nas redes sociais, muitos sócios garantem estar sendo humilhados pelo comportamento de um dos seus melhores jogadores, revelando que ele não está sendo leal com o clube que permitiu que ele conseguisse subir na sua carreira na Europa. #Negócios #Futebol Internacional #PaixãoPorFutebol