Usain Bolt pode estar fora dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, que serão disputados em agosto na cidade do Rio de Janeiro. O corredor abandonou a seletiva jamaicana para a competição com uma suposta contusão no tendão.

A notícia foi dada pelo Twitter oficial da equipe jamaicana. “Usain Bolt se retirou da corrida devido a uma lesão não especificada”, afirma o tweet publicado às 22h41 (horário de Brasília) acompanhado da hashtag “estrada para o Rio”.

A única chance de o velocista participar das Olimpíadas, caso não corra a seletiva, seria receber um convite da federação de atletismo da Jamaica. Mas, para isso, Bolt terá que estar bem em agosto, quando ocorre os #Jogos.

Publicidade
Publicidade

Usain Bolt

O supercampeão usou a mesma rede social às 22h22 para dizer que foi submetido a exames e foi detectada uma lesão de grau 1. Segundo a postagem, o corredor já havia sentido dores desde a primeira tentativa de correr.

Bolt tentará apresentar uma espécie de atestado médico alegando que não pode correr as finais da seletiva. Isso faria com que ele pudesse conseguir a vaga-convite da federação jamaicana

“Vou procurar tratamento imediatamente”, diz o velocista. Que pretende estar bem em 22 de julho para ganhar uma chance no time da Jamaica que irá ao Rio de Janeiro.

Pelo teor do texto publicado, dá para perceber um medo claro diante de uma provável ausência no Rio de Janeiro.

Publicidade

Bolt já declarou mais de uma vez que essa seria sua última disputa olímpica.

Ausência

A ausência de Usain Bolt seria uma grande perda para os Jogos do Rio e um atrativo a menos para o público comparecer às competições de atletismo. Bicampeão nos 100 e nos 200 metros, além do duplo no revezamento 4x100 metros, Bolt poderia fazer história na Cidade Maravilhosa.

Caso se confirme a não presença do corredor jamaicano, os torcedores que compraram ingresso para as finais das provas de 100, 200 e 4x100 lamentariam não poder ver de perto um dos melhores atletas de todos os tempos em todas as modalidades.

Agora é aguardar o desdobramento da situação e que Usain Bolt se recupere a tempo de presentear a todos com os menos de dez segundos para lá de prazerosos para quem curte atletismo.