Bruno de Carvalho garantiu que o futuro de Slimani no Sporting é certo e que não existe qualquer tipo de problemas entre as duas partes, ao contrário do que saiu nos jornais portugueses. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, o presidente leonino usou recentemente as redes sociais para explicar que Slimani apenas faltou ao treinamento da tarde depois de ter pedido autorização a Jorge Jesus. Irritado com os constantes rumores de que Slimani estaria forçando a sua saída imediata, Bruno de Carvalho demonstrou estar muito seguro que, depois do seu jogo de punição, Slimani vai continuar sendo o atacante titular do time.

Durante as últimas semanas, os casos de João Mário e Slimani estão enchendo muitos jornais internacionais, visto que as publicações garantem que os dois melhores jogadores do Sporting estão fazendo uma enorme pressão para sair imediatamente do clube.

Publicidade
Publicidade

Contudo, Bruno de Carvalho garantiu que tudo não passa de exageros para desestabilizar o Sporting.

No caso de João Mário, parece ser cada vez mais claro que o jovem português vai rumar para o Inter de Milão nos próximos dias, sendo que o clube português vai fazer história ao receber um valor próximo dos 45 milhões de euros. Quanto a Slimani, o caso ainda não está concluído para os jornais, pois, para o residente do Sporting, a novela já terminou há muito tempo, tal como informa o site “Notícias ao Minuto”.

Sabendo perfeitamente da falta de atacantes no plantel, a poucos dias de se iniciar o Campeonato Português, Bruno de Carvalho também usou as redes sociais para assegurar que novos reforços ainda vão ser apresentados nos próximos dias, revelando que existe de fato um problema em termos de soluções ofensivas, depois das saídas de Teo Gutiérrez e de Barcos.

Publicidade

Também nas redes sociais, muitos portugueses, sobretudo benfiquistas, se demonstraram chocados pela novidade de que Slimani vai mesmo ficar em Portugal e não tem, pelo menos segundo o seu presidente, nenhum problema com a direção leonina ou com seus colegas de trabalho. #Negócios #Futebol Internacional