Tudo indica que, nas próximas horas, a história do centroavante André no #Corinthians fará parte do passado. Informações da imprensa portuguesa dão conta de que o atacante viaja, ainda nessa segunda-feira (22), para Lisboa onde estará sendo aguardado no Aeroporto Humberto Delgado por representantes do Sporting

Um fator facilitador dessa negociação é a dívida que o Corinthians tem o Sporting ainda por conta da adquisição do Elias. Esse débito serviria para abater o valor do passe do centroavante corintiano que irá custar aos cofres portugueses algo em torno de 2 milhões de euros por um contrato de cinco anos. 

A ausência do André na partida do Corinthians contra o Vitória nessa segunda-feira (22) teria como objetivo ultimar os detalhes da sua transferência para Portugal.

Publicidade
Publicidade

No clube português o centroavante do Timão terá as companhias de Slimani e Joel Campbell. O primeiro foi goleador da equipe e vice-goleador do campeonato português na temporada passada sendo superado apenas pelo brasileiro Jonas que atua no Benfica.

André é o  remanescente mais jovem da geração dos "Meninos da Vila" que produziu craques como Robinho, Diego e Neymar. No entanto o atual atacante do Timão não conseguiu o mesmo sucesso dos seus companheiros famosos, embora tenha apresentado um bom futebol entre 2009 e 2010 no Santos.

Esse início promissor acabou lhe rendendo uma transferência para o Dínamo de Kiev da Ucrânia, mas depois de seis partidas sem marcar nenhum  gol foi emprestado para o Bordeaux da França. No clube francês a atuação acabou sendo ainda pior e após oito partidas sem balançar as redes nenhuma vez o centroavante foi negociado com o Atlético Mineiro.

Publicidade

No Galo viveu bons momentos, mas por problemas extra-campo acabou sendo afastado do time. A partir daí foi um festival de transferências onde o atacante passou Santos, Vasco e Sport Recife, todos por empréstimo, até chegar ao Corinthians no início de 2016.

Repetindo sua rotina o centroavante André teve altos e baixos no timão até que caiu em desgraça com a torcida ao errar um pênalti contra o Nacional do Uruguai que eliminou o time brasileiro da Libertadores da América. 

Agora, novamente André está na estrada buscando novos rumos e quem sabe encontrar o futebol promissor que um dia seus admiradores acreditaram que pudesse jogar.  #Resenha Esportiva #Futebol Internacional