Neste sábado, 07, aconteceu um gravíssimo acidente envolvendo a prova de ciclismo de estrada feminino durante a Olimpíada. A holandesa Annemiek van Vleuten liderava a prova faltando apenas dez quilômetros para o seu fim. Aos 32 anos, no entanto, ela deu um grande susto em seus fãs e em brasileiros que viam tudo pela televisão. Ao descer a Vista Chinesa, no Rio de Janeiro, ela acabou perdendo completamente o controle de sua bicicleta. A atleta estava bem à frente de sua principal rival, a americana Mara Abbott, quando o acidente aconteceu. Antes da queda, Annemiek e Mara disputaram metro a metro a competição, trocando diversas vezes a liderança. 

A queda da holandesa foi muito feia.

Publicidade
Publicidade

Ao fazer uma curva, ela bateu com a cabeça no meio fio e ficou desacordada, assustando a todos e fazendo com que muitas pessoas pudessem acreditar que o pior havia acontecido. Na queda violenta, segundo informações do site Globo Esporte, ela bateu com a cabeça e as costas no chão. O vídeo com o momento da queda da mulher que poderia ter dado o ouro ao seu país da pistas do que pode ter acontecido. O pneu da frente da bicicleta de Van Vleuten acabou travando. Ela ficou sem se mexer durante bons segundos, causando um enorme estresse na equipe paramédica da competição, que é uma das mais cansativas da Olimpíada.

Ruud Zulmans, que cuida da fisioterapia da Holanda, informou que no momento que os paramédicos chegaram a atleta já havia acordado. Como havia recuperado a consciência, ela foi apenas encaminhada para um hospital da região.

Publicidade

A atleta está passando por diversos exames para entender se a queda comprometeu seu corpo. O site ProCyclingStats.com informou que a holandesa está bem, mas não deu detalhes sobre as lesões. A atleta deu uma entrevista sobre a queda, dizendo que antes de cair viu que o acidente aconteceria. Ela relata que ficou em choque, sem saber o  que fazer. 

Veja abaixo o vídeo com o momento do acidente que ocorreu na Olimpíada do Rio de Janeiro. Lembramos que as imagens são bastante fortes:

#Rio2016