Atletas da Rio-2016 terão a sua disposição quase meio milhão de preservativos, tudo para que possam, além dos treinos, praticar o sexo seguro. O Comitê Olímpico Internacional (COI) tomou a decisão de colocar máquinas de camisinhas na Vila Olímpica, para distribuir gratuitamente o produto para os atletas, treinadores e membros de todas as delegações; dá uma média de 40 camisinhas para cada um. Serão 350 mil camisinhas para homens e 100 mil para mulheres, um número bastante expressivo, sugerindo assim que nas olimpíadas pratica-se muito sexo.

Todo esse cuidado tem um motivo muito especial, a promoção do 'sexo seguro', combatendo as DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), AIDS e também o temido vírus da Zika, que até há pouco sabia-se ser transmitido através da picada do mosquito Aedes Aegypti, mas já há casos de contaminação por via sexual.

Publicidade
Publicidade

Sabe-se que o dinheiro público brasileiro foi usado para comprar os preservativos e em apenas 19 dias de competições serão utilizadas cerca de 500 mil. Será que os atletas praticam tanto sexo?

Comentários de encontros amorosos entre atletas circulam pela Vila. Um dos mais recentes aconteceu com a delegação brasileira, causando inclusive o rompimento da dupla dos Saltos Ornamentais, Ingrid e Giovanna. De acordo com o jornal "O Globo", a ex-dupla brigou feio depois que Ingrid levou para o quarto, que dividia com a colega de saltos, um atleta com quem tinha um relacionamento.

Mas outros atletas discordam de tanto "tesão". "A gente ouve mais histórias do que faz", garante Javier Conte à BBC Mundo, que veio ao Rio para assistir os Jogos Olímpicos. O atleta fez parte da equipe argentina de vela por três #Olimpíadas e ganhou bronze em Sidney/2000.

Publicidade

Segundo cálculos de Javier, mais ou menos 11 mil atletas vieram para a Rio-2016 e poucos ficarão para as finais, logo a maioria voltará para seus países e nem terão tanto tempo para diversões. Já o esgrimista Yémi Apithy disse que quando terminar suas provas vai querer conhecer o Rio e usar todas suas camisinhas.

Mas para a maioria dos atletas não será necessário se deslocar da Vila para encontrar alguém; lá mesmo são cerca de 10 mil jovens saudáveis convivendo isolados e com muito espaço e camisinhas a vontade. #Rio2016