Renaud Lavillenie não soube lidar muito bem com a derrota e pagou um amargo gosto por isso, a humilhação. Nesta terça-feira, 16, um dia depois de perder a medalha de ouro para o brasileiro Thiago Braz, o francês precisou subir no pódio ao lado de seu algoz. O público do Engenhão, onde o hino nacional foi tocado, não perdoou e começou a vaiar de novo Renauld. As vaias foram dadas no momento em que ele recebia a medalha de prata. Gritos de 'Uh, vai morrer' também foram entoados pela torcida, depois que essa foi comparada a nazistas e chamada de "público de merda". Os brasileiros não gostaram dos comentários que mais pareciam choro de derrota e começaram a "zoeira" na internet. 

Recordista mundial da prova com 6,06 metros, Renaud Lavillenie que já teve que pular muitos obstáculos não aguentou os cariocas.

Publicidade
Publicidade

Ele não escondeu o constrangimento de estar em cima do pódio e ser humilhado mesmo assim. Enquanto o hino do Brasil era tocado, lágrimas desciam do olhar do francês. Ele parecia revoltado. Enquanto isso, Thiago Braz batia continência, já que é um dos atletas militares do Brasil, e aproveitava a melhor marca da carreira. Ele agora deve virar o maior rival de Lavillenie, que foi o ouro na Olimpíada de Londres, na Inglaterra, em 2012. 

Vendo que o colega estava sofrendo demais por ser vaiado, Thiago decidiu dar uma "forcinha" e pediu que o público parece de vaiar o francês. Ele solicitou que o colega fosse aplaudido. O gesto acabou contagiando o estádio, mas já era tarde, o atleta não deu nem um sorriso sequer ao tirar as fotos oficiais com a premiação das medalhas olímpicas. Enquanto isso, Braz vivia um dos momentos mais felizes de sua carreira.

Publicidade

Dizem que momentos como esse só acontecem na Olimpíada.

Nas redes sociais, o choro do francês virou novo motivo para piadas. Novamente brasileiros falavam para o atleta chorar bem longe do Rio de Janeiro, mostrando claramente que não gostaram dos comentários feitos pelo atleta estrangeiro, que pode daqui a quatro anos mostrar melhor capacidade de derrota ou de vitória.  #Atletismo #Salto com Vara