O #Corinthians está bem próximo de comemorar os seus 106 anos de idade. Para fazer a festa, o Departamento Cultural corintiano está programando um grande evento que acontecerá no Teatro Omni Corinthians, próximo ao Parque São Jorge. O evento terá as apresentações de Marcelo Marrom, Toquinho e muito mais.

A festa alvinegra não para por aí, pois o mês de setembro espera por grandes momentos do clube, isso porque, o departamento de marketing, está projetando o anúncio de um novo patrocínio, trata-se da Estrella Galícia, que é fornecedora de bebidas. Outra novidade que pode ser apresentada para os torcedores é a apresentação da nova terceira camisa, que vai substituir a laranja.

Publicidade
Publicidade

O projeto é mantido sob total sigilo pela cúpula alvinegra, desta forma, sites esportivos anunciam que o novo manto do Corinthians terá cores parecidas ao do uniforme do Manchester City e também do Barcelona, pois, ambas as equipes são fornecidas pela Nike. Contudo, estima-se que as cores sejam roxa e azul, que são totalmente diferentes da qual os torcedores estão acostumados.

Por outro lado, o clube de Parque São Jorge tentar acertar um novo acordo com uma distribuidora de bebidas, pois, a Ambev, que é a atual fornecedora da equipe, não está agradando aos dirigentes. O atual vínculo tem validade até o mês de abril de 2017, mas o departamento jurídico do alvinegro já trata uma possível rescisão de contrato. Vale lembrar que a fábrica de bebidas não tem seu logotipo estampado no uniforme corintiano, porém, ele está sendo exibida nas placas de publicidade do CT Joaquim Grava, tem uma parceria firmada no "Movimento por um #Futebol melhor" e ainda está presente nos painéis das entrevistas.

Publicidade

Apesar de tantas novidades, o naming rights da Arena Corinthians continua da mesma forma, ou seja, sem novidades. Mas segundo o jornalista Jorge Nicola, membros da cúpula alvinegra estão tratando o negócio há alguns meses, porém, a desconfiança e o medo em não conseguir um bom retorno lucrativo travam o acerto.

O novo patrocínio da Arena vem sendo discutido desde 2011, já que esse negócio é tratado como uma das principais formas de pagamento da nova casa alvinegra. A dívida pode ultrapassar R$ 1,6 bilhão. #Negócios