O mundo inteiro já respira os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, 3, ocorre a primeira modalidade esportiva já válida pelas #Olimpíadas 2016. O futebol feminino terá a sua primeira rodada e Suécia e África do Sul, a partir das 13h, no estádio João Havelange, no Rio de Janeiro, abrem a competição. As brasileiras jogam mais tarde, às 16h, contra a China, no mesmo local.

Este será apenas um aperitivo do que virá pela frente ao longo das próximas três semanas. A abertura oficial marcada para a noite de sexta-feira, dia 5, no Maracaná, representará o ponto de partida de inúmeras disputas esportivas repletas de talento, garra e emoção.

Publicidade
Publicidade

Contudo, por motivos variados, alguns ícones da atualidade não estarão presentes no Rio de Janeiro. Confira 10 nomes que certamente farão falta nas Olimpíadas de 2016.

Roger Federer

Algo incomum na sua carreira, o suíço Roger Federer vem tendo um 2016 marcado por lesões. Faltando pouco mais de duas semanas para o início dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o tenista anunciou que não viria ao Brasil por conta de um problema no joelho – e que, inclusive, estaria fora para o resto da temporada. Federer só volta em 2017.

Cesar Cielo

Medalhista de ouro do Brasil em Pequim, em 2008, o nadador Cesar Cielo decepcionou e ficou fora das Olimpíadas do Rio pela falta de índice técnico. Ele não conseguiu atingir as marcas necessárias nas classificatórias e não estará nas piscinas durante as disputas da natação.

Publicidade

Bruno Fratus e Ítalo Manzine representarão o Brasil na prova dos 50 metros livre.

Lionel Messi

O astro do Barcelona e um dos melhores jogadores de futebol do planeta também não vem ao Brasil. A Argentina priorizou a disputa da Copa América Centenário, nos EUA, em junho, e levou o craque para lá. Com isso, o Barcelona não permitiu uma nova convocação de Messi para as Olimpíadas, que não está inclusa nas chamadas “data Fifa”.

Yelena Isinbayeva

A musa do salto com vara e do atletismo russo está fora das Olimpíadas. Bicampeã em 2004 e 2008, ela sonhava em um tricampeonato olímpico para fechar, literalmente, com chave de ouro a sua carreira. Mas ela acabou banida junto com todo o atletismo russo por conta da revelação de um sistema de doping de estado no país.

Stephen Curry

Eleito o melhor jogador da última temporada da NBA de forma unânime, Curry alegou razões pessoais para não estar no Rio. Segundo ele, o seu foco no momento é descansar e recuperar o corpo para estar pronto para a temporada de 2016/2017 da NBA.

Publicidade

Stanislas Wawrinka

De última hora, o tênis masculino sofreu outra baixa significativa. Pobre da Suíça, que já não contava com Federer e agora também não tem Wawrinka. Após a participação no Masters 1000 de Toronto, na última semana, Stan anunciou lesão nas costas e desistência dos Jogos Olímpicos.

Maria Sharapova

A tenista Maria Sharapova já é desfalque conhecido para o Rio de Janeiro. Ela foi flagrada no exame antidoping durante o Australian Open de 2016, por uso de uma substância que melhora a capacidade cardíaca. A medalhista de prata só poderá voltar às quadras em 2018, em decorrência da punição alinhavada.

Anderson Varejão

Um dos principais nomes do basquete masculino brasileiro também está fora. Anderson Varejão vem sofrendo com uma hérnia de disco na região lombar e exames de imagens detectaram que ele não se recuperaria a tempo de disputar os Jogos no Rio.

Jason Day

Número 1 do golfe mundial e candidatíssimo à medalha de ouro, Jason Day desistiu de vir às Olimpíadas em comunicado feito ainda em junho, alegando temor com relação aos riscos do zika vírus.

Kobe Bryant

O astro norte-americano do basquete Kobe Bryant não atuará nos Jogos de 2016. Após uma extensa carreira repleta de títulos e grandes exibições, ele anunciou aposentadoria em 2016. #rio 2016 #Esporte