A torcida do #Corinthians continua desconfiada quanto aos dirigentes do clube. Essa desconfiança é gerada por falta de contratações. Contudo, a diretoria afirma que não tem condições de investir altos valores na compra de um novo atleta.

Toda essa confusão que envolve os dirigentes do Timão e a torcida, foi gerada logo após os grandes jogadores como Renato Augusto, Jadson, Gil, Felipe, Malcon e até mesmo o Vagner Love deixarem a equipe. Com essas baixas, todos esperavam que a diretoria alvinegra conseguisse repor todas as peças à altura, entretanto, não foi exatamente isso que aconteceu.

Chegaram alguns jogadores para substituírem os campeões brasileiros, mas, nenhum nome de peso foi anunciado.

Publicidade
Publicidade

Dentre eles, o meia-atacante Marquinhos Gabriel foi o jogador que mais agradou a torcida. Outros jogadores foram contratados para a equipe, que, naquela época, era comandada pelo técnico Tite, agora na Seleção Brasileira de #Futebol. Além de Marquinhos, o Timão trouxe Giovanni Augusto, André, Marlone e Alan Mineiro, que foi emprestado e está atuando no América-MG.

Nesta semana, uma longa novela parece que chegou ao fim, já que o Torino desistiu de tirar o volante Bruno Henrique do Corinthians. Se com os outros jogadores que já deixaram a equipe a diretoria não fez esforço para segurá-los, com o volante a história foi completamente diferente.

O clube paulista pediu um valor fixo de R$ 14 milhões para negociá-lo, contudo, o clube italiano só ofereceu um valor equivalente a R$ 7 milhões. Em entrevista, Cristóvão deixou bem claro que queria a permanência do jogador em sua equipe.

Publicidade

Para isso, o treinador alvinegro o convenceu a ficar, mas caso o Torino chegasse a oferecer os R$ 14 milhões exigidos pelo Corinthians, o atleta iria para o futebol Europeu. Vale lembrar que, desta quantia, o Timão só ficaria com um total de 25%.

Agora, com a negociação praticamente descartada, o clube de parque São Jorge volta a pensar em sua renovação de contrato. O único entrave na extensão do vínculo, é a parte de seus direitos que estão ligados ao banco BMG.

Mesmo contratando pouco, o Corinthians tenta se assegurar na parte de cima do Campeonato Brasileiro. Para seguir entre os quatro primeiros, o clube paulista terá que bater o Cruzeiro no Pacaembu. A partida acontecerá nesta segunda-feira (08). #Negócios