O #Cruzeiro, agora comandado pelo técnico Mano Menezes, movimentou o mercado da bola nesta quinta-feira. 

Segundo informações do site UOL Esporte, o treinador mineiro pediu a devolução de dois atletas que foram envolvidos em troca com o Verdão. Assim que Cuca chegou, Robinho e Lucas foram para Minas e Fabrício e Fabiano vieram para São Paulo. Na época muitos palmeirenses reclamaram da decisão da diretoria, mas na realidade foi uma imposição do técnico alviverde. Chegou-se a cogitar problemas de vestiário, mas qualquer tipo de informação desse tipo foi negada tanto pela diretoria quanto por Cuca. 

Na primeira conversa para desfazer o negócio, a diretoria palmeirense pediu compensação financeira.

Publicidade
Publicidade

Mesmo que não esteja usando diretamente ambos os atletas, um possível retorno de Robinho e Lucas só seria possível com dinheiro no meio. O Cruzeiro, que enfrenta sérios problemas financeiros, mandou proposta baixa. O Palmeiras não aceitou e uma nova conversa pode ser marcada para essa semana. 

Fabrício e Fabiano não tem sido utilizados por Cuca. Porquanto nem completaram sete jogos completos no Alviverde de Palestra Itália. Ambos estão preparados, são relacionados, mas não tem espaço.

Atualmente o Cruzeiro está na zona do rebaixamento com 20 pontos. O Coritiba, que está fora da zona, tem 22 pontos. Os resultados do time mineiro em campo não estão aparecendo e a chegada de Mano visa tirar o time do buraco. 

Tchê Tchê focado

O volante Tchê Tchê foi alvo de racismo na Arena da Baixada, estádio do Atlético-PR.

Publicidade

Quando os titulares subiram para aquecer, torcedores ofenderam o palmeirense. É possível ouvir na gravação da TV #Palmeiras alguns paranaenses gritando "macaco" para o atleta. 

Tranquilo, o jogador não se incomodou e disse que não fará qualquer tipo de representação ou Boletim de Ocorrência. Segundo ele, o foco está amplamente no jogo do próximo domingo, quando o Palmeiras enfrenta a Ponte Preta no Allianz Parque. 

Por sinal, o jogo de domingo será um verdadeiro caldeirão. Mais de 22 mil ingressos já foram vendidos para o duelo.  #Futebol