A Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos, na noite desta sexta-feira (05), ganhou muitos elogios, inclusive da imprensa internacional. Depois das muitas críticas por causa da abertura da "Copa do Mundo", que deixou muito a desejar, o medo dos brasileiros era que o país voltasse a ser criticado, mas não foi isso que aconteceu, pelo contrário.

Mas um dos momentos mais marcantes desta Cerimônia, sem dúvida alguma, foi quando a delegação da Argentina desfilou, com os atletas bastante entusiasmados, mas eles serão nossos eternos rivais e não podia ser diferente, o público, presente no Maracanã, vaiou sem dó.

Curioso também foi o fato da imprensa argentina querer esconder que a delegação daquele país foi vaiada, pois a mídia de lá preferiu dizer que os atletas argentinos foram "ovacionados".

Publicidade
Publicidade

O "Olé" foi um dos jornais que tentou mostrar essa falsa imagem para os argentinos e o resto do mundo, mas quem estava assistindo, ao vivo, sabe muito bem que não foi isso que aconteceu.

Apesar das vaias para a delegação Argentina, o clima continuou tranquilo no Maracanã e todos entenderam perfeitamente que não havia como impedir esse gesto, pois a rivalidade entre brasileiros e argentinos é sempre muito grande, principalmente quando se trata de futebol.

Ainda assim, nas redes sociais, alguns usuários disseram que as vaias foram desnecessárias e, em um evento como esse, deve-se ter o mínimo de respeito com os países que estão sendo apresentados na abertura dos #Jogos Olímpicos.

Entretanto, quando a delegação da Alemanha entrou, foi aplaudida de pé. Os brasileiros não conseguem esquecer o 7 a 1 sofrido na "Copa do Mundo", mas, nem por isso, sentem raiva dos atletas deste país, muito pelo contrário, os alemães passaram a ser ainda mais respeitados e admirados e o recado foi muito bem dado.

Publicidade

O brasileiro sabe que a seleção brasileira fez por onde merecer ess vergonhosa derrota e que a Alemanha, realmente, tinha a melhor seleção, por isso, foi aplaudida de pé, mas o que todos querem, desta vez, é que a seleção canarinho não dê outro vexame dentro de campo. #Olimpíadas #Taça Olímpica