A goleira americana Hope Solo voltou mais cedo para casa nesta sexta-feira, 12. O time americano, que venceu as últimas quatro olimpíadas acabou perdendo para a seleção da Suíça. Na internet, não deu outras, rapidamente os brasileiros começaram a zoar a atleta de uma das seleções que no passado já chegou a eliminar o Brasil. Isso porque antes de vir para a Olimpíada do Rio de Janeiro, Hope solo fez uma piada infeliz. Através de uma foto publicada em uma rede social, Solo aparece com um inseticida e um mosqueteiro no rosto, dizendo que estava se protegendo do mesmo mosquita que também transmite a dengue.

A Zika teve grande repercussão nos Estados Unidos e chegou até a fazer com que a possibilidade de atletas americanos não viessem aos jogos por conta do mosquito fosse discutida.

Publicidade
Publicidade

A grosseria de Hope foi uma das que teve mais repercussão, mas ela não foi a única. Alguns esportistas, de diversos países, boicotaram os jogos reclamando do mosquito e também da sujeira na Baía de Guanabara. Durante as partidas da seleção americana, Solo ouvia a torcida o tempo todo gritar por "Zika", que acabou praticamente trocando de nome durante os jogos. A foto dela mascarada contra o mosquito não vai ser esquecida tão cedo. 

Os Estados Unidos, no entanto, acabaram empatando o jogo com a Suécia. Lembrando que o Brasil ganhou desse país por 5 a 1, mostrando enorme superioridade. A partida das americanas contra a sueca acabou indo para as penalidades, onde os EUA perdeu. Essa é uma das piores campanhas do país nos jogos em toda a história. Na internet, o povo brasileiro logo fez piada dizendo que ela estava indo embora por estar cheia de medo do mosquito. 

"Gente, vocês não entendem.

Publicidade

Ela apenas não queria ser picada pelo mosquito. Por isso, deixou todas as bolas das suecas entrarem", escreveu uma internauta. Hope já havia sido vítima das ofensas e gracinhas durante outra partida, quando acabou levando um tremendo frango. E olha que ela já foi uma das maiores atletas de todo o planeta no gol. #Futebol #Rio2016