O início da tarde deste sábado (06), foi de grande emoção para os brasileiros que puderam acompanhar o excelente desempenho de Diego Hypólito. O atleta foi simplesmente perfeito e conseguiu a excelente pontuação de 15,500. E a torcida presente foi à loucura ao ver cada movimento do atleta sendo executado com exatidão.

A apresentação no solo já é uma das melhores estreias de Diego Hypólito que deixou o tablado já em prantos e depois abraçou a equipe, sempre chorando muito, quase não conseguindo acreditar no que fez. O público ovacionou o brasileiro que chorou ainda mais, feliz pelo reconhecimento. Gritos e aplausos vinham das arquibancadas e já foi uma grande premiação para o atleta que tem se dedicado tanto para este momento.

Publicidade
Publicidade

Aos 30 anos, Diego agora ocupa a 2ª posição, ficando atrás apenas de Kohei Uchimura, japonesa que conseguiu alcançar os 15,533. Mas o brasileiro sabe que ainda há muito o que fazer, pois é acompanhado de perto por Kenzo Shirai, de 19 anos, que está na 3ª posição com 15,333.

Para o atleta, o choro significou uma importante etapa que foi superada, já que, até hoje, ele não conseguiu esquecer as quedas que sofreu, sendo uma em Pequim, no ano de 2008, e a outra, em 2012, em Londres. Diego contou que, enfrentar duas quedas olímpicas não tem sido fácil e que estar participando novamente dos #Jogos Olímpicos é um risco que ele resolveu enfrentar, porque envolve, não só ele, mas toda a equipe e também o país que ele está representando.

O momento de êxtase também foi vivido pelo público que compareceu a Arena Olímpica do Rio, que torceu, vibrou e se emocionou a cada salto, a cada movimento e no final arrasador.

Publicidade

Um segredo revelado por Diego Hypólito, é que ele conversou com Bernardinho, técnico da seleção masculina de vôlei e ouviu palavras de apoio, passando a se sentir bem mais confiante para fazer esta apresentação.

Agora é preciso esperar até a noite, quando, finalmente, saberá se conseguiu ficar entre os 8 melhores, mas, pela nota conquistada, a expectativa é a melhor possível. #Olimpíadas #Rio2016