O tão aguardado jogo Brasil x Alemanha vai acontecer, pouco mais de dois anos após a fatídica semifinal da Copa do Mundo de 2014, no Mineirão, quando os alemães venceram por 7 a 1. Mas agora, a partida é válida pela final do #Futebol olímpico, e não será disputada pelas seleções principais dos dois países.

Para chegar à decisão do futebol masculino nas #Olimpíadas Rio 2016, a Seleção Brasileira não encontrou dificuldades em atropelar Honduras, goleando por 6 a 0, num jogo que aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 17 de agosto, no Maracanã.

O craque Neymar abriu o placar logo aos 14 segundos de jogo, marcando o gol mais rápido da história das Olimpíadas.

Publicidade
Publicidade

Em uma falha da zaga hondurenha, o jogador do Barcelona dividiu com o goleiro adversário e balançou as redes logo de cara, incendiando a torcida presente ao estádio.

Com a seleção olímpica de Honduras tendo que sair para o jogo (a equipe é acostumada a jogar na retranca), ficou muito fácil para os comandados de Rogério Micale, que marcaram mais dois gols no primeiro tempo (Gabriel Jesus, aos 25 e aos 34 minutos). Já no segundo tempo, vieram mais três gols (Marquinhos, Luan e outro de Neymar).

Alemanha vence a Nigéria

Ao final do jogo no Maracanã, a torcida já pedia pela presença da seleção alemã, que jogaria mais tarde na Arena Corinthians contra a Nigéria. E os jogadores europeus trataram de atender aos pedidos.

Sem maiores dificuldades, o time comandado por Horst Hrubesch abriu o placar, em São Paulo, logo aos 8 minutos do primeiro tempo, com o lateral Lukas Klostermann.

Publicidade

E o atacante Petersen selou a vitória alemã aos 43 do segundo tempo, fazendo Alemanha 2 x 0 Nigéria.

Revanche ou não?

Para muitos jornalistas, a final olímpica que acontece no Maracanã, no próximo sábado, dia 20 de agosto, a partir das 17h30, não é uma oportunidade de revanche do Brasil contra a Alemanha, pois se trata de uma competição diferente e, além disso, estarão em campo as seleções sub-23.

Mas os torcedores que estavam no estádio não querem nem saber disso, e só pensam em devolver a goleada sofrida na Copa de 2014.

E para você, a final olímpica vale como revanche ou não? #Rio2016