O feitiço virou contra o feiticeiro. Depois de dizer que processaria quem a chamou de "perdedora" e fez comentários ofensivos nas redes sociais, a nadadora Joanna Maranhão sofreu um revés. Não que o que ocorreu contra ela seja correto, mas digamos que ela também não é bem uma "santa". Postagens antigas feitas pela atleta foram resgatadas por internautas revoltados com sua postura. Os comentários escritos por Maranhão são extremamente ofensivos, homofóbicos e preconceituosos. Ela diz coisas, como por exemplo, que o cantor Fred Mercury não era gay, mas sim brincava de emprestar a bunda. 

Mas não para por aí. A falta de respeito ainda atinge as mulheres brasileiras.

Publicidade
Publicidade

Ela usou a expressão "vagabundas" para se referir a postura de algumas mulheres brasileiras. Os posts começaram a repercutir na noite de terça-feira, 09. Joanna chegou a fechar suas redes sociais, mas depois admitiu que escreveu alguns dos comentários que estão na rede. Ela classificou a situação como "brincadeira", mas não retirou a fala de que processaria quem falou mal dela da mesma forma. Os textos que estão sendo divulgados nas redes sociais foram publicados há cerca de cinco anos, assim como ocorreu com o cantor MC Biel, que foi hostilizado por dizer coisas como "estupraria Angélica". 

Joanna assim como Biel,que diz que teria nojo de ver um travesti pelado, escreveu que a ex-participante do 'Big Brother Brasil', Ariadna, só seria mulher se nascesse de novo. Nesta quarta-feira, 10, Maranhão usou o snapchat para pedir desculpas e disse que entende que esse tipo de brincadeira pode deixar pessoas magoadas.

Publicidade

Ela diz que quem a conhece sabe que ela não é homofóbica e que luta contra isso. A nadadora diz que o seu tweet sobre Ariadna acaba abrindo um precedente de preconceito e que por isso ela está pedindo desculpas.

No Facebook, a atleta que foi eliminada da Olimpíada disse que todo o dinheiro que for ganho com processos será usado para uma Organização Não Governamental (ONG). O ator Alexandre Frota disse que ela só quer dinheiro.  #Natação #Joanna Maranhão #Rio2016