Na raça e contando com o grito da torcida na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca, o Brasil se reabilitou da derrota na estreia para a Lituânia e, na tarde desta terça, derrotou a Espanha por 66 a 65 pela segunda rodada do torneio de #Basquete masculino dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Com Alex e Rafael Hettsheimeir dando lugar para as respectivas entradas de Marquinhos e Augusto Lima, o quinteto comandado por Rubén Magnano iniciou a partida de forma avassaladora, chegando a abrir uma diferença de oito pontos. No final do primeiro quarto, os espanhóis reagiram, mas acabaram perdendo por 18 a 13.

Na segunda metade do primeiro tempo, a Fúria, sob a liderança do astro Paul Gasol e o uso dos reservas, tomou as rédeas e, faltando pouco menos de quatro minutos para o encerramento do período, ficou em vantagem: 28 a 27.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o Brasil não estava disposto a entregar-se e partiu para o intervalo com uma vitória de 34 a 31.

Assim como no princípio do jogo, os donos da casa vieram com tudo no terceiro quarto e colocaram nove pontos de frente (42 a 33). A Espanha tornou a reagir e empatou em 45 a 45, mas o Brasil não deixou por menos e tornou a levar a melhor: 53 a 45.

No período derradeiro, não faltaram emoções. Aproveitando o fato de o Brasil ter estourado o limite de faltas, a Espanha foi diminuindo o placar, até que, com pouco mais de dois minutos para o término, virou para 64 a 63. Para alívio da quase totalidade do público no ginásio, depois de Marcelinho Huertas errar um lance livre, Marquinhos, ala do Flamengo, deu um leve toque na bola e deu números finais ao clássico. Após o encerramento, muita comemoração na quadra e nas arquibancadas.

Publicidade

As duas seleções voltam à Arena Carioca 1 na próxima quinta. A partir das 14h15 (de Brasília), o Brasil terá outra escola tradicional do basquetebol: a Croácia. Enquanto isso, a Espanha buscará a recuperação do tropeço diante da Nigéria, equipe mais fraca da chave. Esse jogo tem início programado para as 19h (de Brasília). #Olimpíadas #Rio2016