O atleta finlandês Milko Olavi Tokola foi o segundo do halterofilismo a dar um grande susto na torcida brasileira e mundial durante a Olimpíada do Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, 12, ele acabou protagonizando um momento de grande tensão. Disputando pela categoria até 85 kg no masculino, ele passou mal após levantar 175 Kg. O representante do levantamento de peso acabou fazendo um esforço muito grande e em seguida sucumbiu na frente de todos. O atleta da Finlândia desmaiou após a força descomunal que fez na Rio 2016, levando todos ao espanto. O desmaio ocorreu logo após o halterofilista tentar pela terceira vez fazer o arremesso na modalidade. 

O esforço dele foi nítido.

Publicidade
Publicidade

Além de desmaiar, o esportista do peso ainda caiu do palco, sendo acudido pelos assistentes da Olimpíada. De acordo com informações do site especializado 'Globo Esporte', o atleta precisou ser guardado por membros da comissão técnica de vários países, demonstrando que o espírito olímpico acaba batendo mais forte. A comissão, por exemplo, acabou evitando que algo pior acontecesse, como o atleta batesse a cabeça no chão. O palco da competição do halterofilismo é mais alto do que o chão normal da arena, o que pode provocar algum acidente, principalmente em desmaios. 

São muito comuns acidentes nessa modalidade, já que os atletas fazem muito esforço. Nesta quarta-feira, 11, por exemplo, um outro atleta quebrou o braço ao tentar levantar 195 Kg em outra categoria do esporte. Ele urrou de dor e precisou ser assistido por paramédicos dos jogos olímpicos. Apesar do susto, o halterofilista Milko Olavi Tokola acabou deixando a área competição andando, não precisando ser removido de maca. 

Outro acidente que chocou muitos brasileiros foi na ginástica olímpica masculina.

Publicidade

Um atleta da França acabou fraturando a perna após realizar um salto mal executado. Ele está em recuperação, mas acabou deixando qualquer chance de medalhas. Uma ciclista também bateu com a cabeça em um meio fio ao descer a vista chinesa. Ela liderava a competição.  #Governo #Rio2016