Não chame isso de um regresso! Um dos lutadores mais bem sucedidos e dominantes das artes marciais mistas está cada vez mais perto de voltar ao UFC.

O ex-chefão da divisão dos meio médios, #georges st-pierre, confirmou com o site MMAFighting.com que está no meio de uma negociação para retornar ao cage depois de uma ausência de três anos. Ele iniciou o teste de drogas da instituição USADA e sugere que o retorno pode acontecer antes do ano novo.

"Todas as estrelas estão alinhadas, meu amigo", disse St-Pierre. "Eu não vou mentir para você, ainda não está fechado. Não está fechado neste momento. Nós ainda temos que conversar com os novos proprietários em breve, ver o que eles tem a dizer.

Publicidade
Publicidade

"

Coincidentemente (ou talvez não), o #UFC terá de voltar para o Canadá, em dezembro, na mesma semana em que expira o prazo de quatro meses a ser cumprido por St-Pierre em relação aos testes de drogas realizados pela USADA, prazo exigido por esse órgão antes de uma luta. St-Pierre é o mais famoso e bem sucedido lutador canadense na história do #MMA. O UFC 206 acontecerá no Air Canada Center, em Toronto.

Parece que os únicos obstáculos são os detalhes exatos do contrato de luta de GSP (como também é conhecido St-Pierre), especialmente por conta da mudança na propriedade do UFC a partir de um acordo de US $ 4 bilhões. Lutadores como Conor McGregor levantaram a questão de como os lutadores serão compensados, e um nome tão grande quanto Georges St-Pierre provavelmente vai demandar um enorme compromisso financeiro dos novos proprietários.

Publicidade

"É algo justo e temos que esperar", disse St-Pierre. "Eu estou muito bem representado. Estou muito seguro e confiante nas pessoas que trabalham para mim. Eu estou muito bem assessorado para isso. Eu quero voltar a lutar. Eu não preciso voltar a lutar.

"Eu gostaria, porque eu sinto que estou no meu auge no momento. Estou melhor do que nunca aos 35 anos. Agora. Eu não quero esperar mais, porque se eu esperar muito tempo, o meu auge vai passar e eu não quero isso. Este é um bom momento para voltar. É por isso que eu quero voltar. "

St-Pierre não foi encontrado desde novembro de 2013, quando ele derrotou Johny Hendricks em uma apertada decisão dividida. Em seguida, ele anunciou que estava se afastando das lutas por uma série de razões pessoais, incluindo não estar satisfeito com a falta de regras mais rígidas do UFC em relação a testes de drogas. A empresa, desde então, triplicou as ações com objetivo de limpar o esporte, com o aumento dos testes de e regulamentos.