Quando #Alex acertou uma pancada de fora da área, aos 18 minutos do segundo tempo, os colorados sentiram que os 26 anos de espera estava próximo do fim. Desde 1980, quando perdeu a final da #Libertadores para o Nacional, do Uruguai, o #Inter não saboreava o gostinho de estar na grande decisão da maior competição do continente. Pois naquele 3 de agosto de 2006, com gols de Alex e Fernandão, o Inter despachou o Libertad, do Paraguai, e se garantiu na final de 2006.

Enganou-se, no entanto, quem imaginou que a vaga viria com facilidade. O Libertad vendeu caro a eliminação e esteve perto de complicar a classificação do Inter.

Publicidade
Publicidade

No primeiro jogo, no Paraguai, os gaúchos comemoraram o 0x0, já que o time da casa esteve mais próximo do gol e chegou a acertar a trave com o volante Pablo Guiñazu, que anos depois faria história pelo próprio Inter.

No jogo da volta, só a vitória interessaria ao Inter. Um empate com gols beneficiava os paraguaios, então comandados por Tata Martino, ex-técnico do Barcelona e recentemente demitido da Seleção Argentina. O primeiro tempo no Beira-Rio foi truncado e teve poucas chances de gol. Para aquela partida, Abel Braga optou por uma formação com três zagueiros e entrou com Índio, Fabiano Eller e Bolívar.

Em busca do gol da classificação, Abel resolveu ir para cima e lançou o atacante colombiano Wason Rentería no lugar do volante Fabinho. Aos 18 minutos, Alex recebeu na intermediária e, na sua especialidade, mandou um balaço contra o gol de González.

Publicidade

A bola quicou antes de chegar ao gol e morreu nas redes depois de raspar na trave. Cinco minutos depois foi a vez do capitão Fernandão deixar o dele, de perna esquerda, da entrada da área: 2x0.

Com o 2x0 garantido, o Inter administrou o restante do segundo tempo e assegurou a vaga. Depois de 26 anos, voltava a uma final de Libertadores. Na decisão, contra o São Paulo, veio o inédito título após uma vitória no Morumbi e um empate eletrizante em Porto Alegre. No dia 16 de agosto deste ano, a grande conquista completará 10 anos.

Relembre a vitória colorada sobre o Libertad: