O jogador Hulk é conhecido por ter defendido a seleção brasileira de #Futebol masculino e também por ter um físico parecido com o super-herói que lhe dá apelido. O atleta também já fez muitas mulher e porque não, rapazes, suspirarem com um bumbum "tipo" Valesca Popozuda. No entanto, não é do esporte ou do corpo que Hulk tem mais orgulho, mas sim de sua filha adotiva. Recentemente, ele publicou uma foto no Instagram apresentando a menina. Segundo informações do próprio jogador, a menininha se chama Alice e tem apenas dois anos. Abra a galeria de fotos dessa reportagem para ver uma das imagens postadas pelo atleta. Nela, o esportista aparece recebendo um abraço bem carinhoso da menina. 

O processo de adoção da criança não foi fácil e demorou bastante.

Publicidade
Publicidade

A documentação, segundo informações da RedeTV!, ficou pronta apenas em janeiro deste ano. O processo para adotar Alice, no entanto, começou bem antes, há pelo menos um ano. Tanta dificuldade e burocracia fez um dos atletas mais valorizados do futebol comemorar bastante e não era para menos. Hulk pôde escolher quem seria sua herdeira e agora pai e filha aproveitam cada momento juntos. Publicações feitas pelo atleta indicam onde a menina nasceu. Segundo o jogador, a garota seria do interior da Paraíba.

Enquanto o hoje maior craque da seleção brasileira, Neymar, comemora o título olímpico e entra em polêmica como brigar com um torcedor, ou então a suposta volta com a atriz Bruna Marquezine, Hulk prefere ser mais família e demonstra não ter muito com o que se preocupar hoje em dia, devido a felicidade de poder chamar Alice de filha.

Publicidade

"Um Anjo lindo, que Deus nos presenteou, a mim e à minha família - a nossa filha, Alice!", escreveu ele no Instagram. 

O esportista diz que a menina vem ensinando muito para ele e que com certeza é o bem mais precioso que ele tem. Devido ao excesso de fofurice, a menina fez que o atleta ganhasse milhares de curtidas rapidamente. Ele encerrou suas postagens dizendo que a amava bastante. Surpreendente, não é mesmo?