Desde o final da Copa América 2016, quando a Argentina foi derrotada pelo Chile nos pênaltis que o povo argentino e os amantes do futebol em geral, estavam apreensivos. O mundo esportivo ficou impactado, após aquela partida quando Lionel Messi declarou que não pretendia mais jogar pelo selecionado do seu país. 

Mas após quase dois meses de expectativas, finalmente Messi rompeu o silêncio e reconsiderou sua posição inicial de não jogar mais pela Seleção Argentina. Em entrevista ao Jornal Olé o craque do Barcelona comentou que o futebol argentino passa por inúmeros problemas e não é sua intenção ser mais um destes tantos problemas.

Publicidade
Publicidade

"La Pulga", revelou ainda sua disposição de contribuir no que for preciso para resolver as dificuldades pelas quais passa o futebol da Argentina. 

Possivelmente se referindo ao ex-jogador Maradona que nos últimos meses não tem poupado críticas contra dirigentes da AFA (Associação de Futebol Argentino), Messi disse que sua intenção é se somar aos que pretendem uma solução para o cenário futebolístico da Argentina, mas dentro de campo com seus companheiros, não apenas criticando do lado de fora.

O craque da celeste e branca explicou que quando disse que não jogaria mais pela Seleção muitas coisas lhe passaram pela cabeça e chegou a cogitar seriamente em largar tudo, mas se deu conta de que ama muito o seu País e a camiseta do selecionado argentino para tomar esta medida. #Lionel Messi agradeceu também a todas as pessoas que neste tempo em que esteve reservado torceram e fizeram apelos para que voltasse a jogar pela Seleção Argentina

Esta mudança de posicionamento do Messi é sem dúvida uma grande notícia para o técnico da Seleção Argentina, Edgardo Bauza que em poucas horas deverá convocar os jogadores que representarão o selecionado argentino nas partidas contra Uruguai e Venezuela em setembro pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Publicidade

"El Paton" chegou a viajar para a Espanha no início da semana com o objetivo de conversar com Lionel Messi sobre seus planos com relação a Seleção Argentina.

Ao retornar do encontro com Messi e Mascherano, Bauza esquivou-se de revelar o conteúdo da sua conversa com Lionel, mas já se mostrava otimista com relação ao retorno do craque argentino a sua seleção, embora percebesse que o camisa 10 estava lidando com uma frustração que estava tentando superar.   #Seleção de Futebol #Futebol Internacional