Nadadores olímpicos norte-americanos envolvidos na falsa denúncia de assalto no Rio de Janeiro começam a ter prejuízos financeiros pela farsa. O medalhista de ouro dos Jogos Rio 2016, Ryan Lochte, teve seu nome retirado das páginas web de um de seus principais patrocinadores, a casa de moda Ralph Lauren. Ele tem contratos milionários com patrocinadores e corre o risco de perdê-los. Lochte foi o autor das denúncias de que teria sido vitima de um assalto à mão armada quando retornava de uma festa, no Rio de Janeiro.

Antes da revelação da farsa, o medalhista de ouro Ryan Lochte, de 32 anos, tinha a possibilidade de faturar contratos publicitários em valor estimado de 10 milhões de dólares.

Publicidade
Publicidade

Caso a polícia carioca siga em frente com a denúncia de falsa declaração de crime e desconsidere os seus pedidos de desculpas a imagem do nadador será fortemente abalada. Nesse caso, dificilmente o nadador obterá bons contratos.

Nadador milionário

De acordo com a revista americana Forbes, o nadador Lochte passou a receber um salário anual de 30 mil dólares pagos pela #Natação dos EUA (USA Swimming). Depois da consagração, nos Jogos de Londres 2012, as estimativas eram de que ele chegaria a ganhar mais de dois milhões de dólares anuais. Além disso, quatro grandes corporações patrocinadoras de esportes oferecem ao atleta 250 mil dólares, cada uma.

Lochte estreou-se nas Olimpíadas em 2004, em Atenas. Chegou em segundo nos 200 m medley, superado pelo compatriota Michel Phelps. naquele ano, e participou da conquista do ouro no revezamento 4X200 livres.

Publicidade

Ficou ainda mais famoso em 2012; seus feitos atraíram patrocinadores de peso e, consequentemente, contratos milionários.

Nadadores prejudicados

Outros nadadores envolvidos, como Gunna Bentz e Jack Conger, podem ter suas iniciantes carreiras prejudicadas. O primeiro, com vinte anos, e o segundo, um ano mais velho, ainda não assinaram grandes contratos de patrocínio. O episódio pode marcar negativamente a carreira dos dois e tornar os atletas desinteressantes para o mercado de propaganda.

Comitê Olímpico julga nadadores

O Comitê Olímpico dos EUA premeia seus medalhistas. Para cada medalha de ouro, o atleta recebe 25 mil dólares. Os medalhistas de prata ganham do COI 15 mil dólares. Os de bronze, 10 mil. Já há discussão nos Estados unidos sobre um eventual cancelamento desta premiação aos atletas. No Rio, Lochte conquistou uma medalha de ouro.

Você acha que os brasileiros devem aceitar as desculpas de Ryan Lochte e evitar que ele e seus colegas percam contratos milionários? Opine. #Rio2016 #Casos de polícia